Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por rivalidade, Barcelona veta segundo uniforme branco

Proposta da Nike de reeditar camisa usada até a década de 70 não agradou a diretoria do clube catalão

O Barcelona é um dos clubes que mais se arrisca no quesito figurino. Nos últimos anos, o clube catalão já usou as mais variadas cores de segundo uniforme (roxo, preto e rosa, por exemplo) e até mexeu nas tradicionais faixas azul e grená da camisa titular (em 2015, elas passaram de verticais para horizontais e, na próxima temporada, o time apostará em um modelo quadriculado). Recentemente, porém, a fornecedora de material esportivo do clube foi “longe demais”: propôs um modelo branco, justamente a cor do rival Real Madrid, prontamente rejeitado pela diretoria.

Segundo informações do diário local Mundo Deportivo, a Nike apresentou um protótipo tratado como “espetacular” pelos presentes à reunião, branco, com a cruz vermelha de Saint Jordi (São Jorge) – presente no escudo do clube. Os designers ressaltaram que a cor já foi usada pelo próprio Barcelona, desde seus primeiros anos até o lendário time de Johan Cruyff na década 70.

O novo modelo branco seria usado apenas na temporada 2020-2021, último ano de mandato do presidente Josep Maria Bartomeu, fato que também pesou para que a proposta fosse rejeitada. Temendo que as críticas por utilizar a cor do maior rival afetassem a campanha de seu eventual sucessor, Bartomeu esteve entre os que desaprovaram a proposta. O Mundo Deportivo lembrou ainda que, em 1992, a fornecedora Kappa foi criticada por usar apenas detalhes em branco na manga da camisa.

Nesta quarta-feira, a partir das 18h, Barcelona e Real Madrid se enfrentam no primeiro jogo da semifinal da Copa do Rei, no Camp Nou.