Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Por gritos homofóbicos, CBF é multada pela 2ª vez em dois meses

Entidade já fora multada por jogo diante da Colômbia e agora em jogo contra a Bolívia

A Fifa não está permitindo que gritos homofóbicos continuem ganhando peso pelo mundo. Pela segunda vez, em dois meses, a CBF foi punida por conta de gritos da torcida brasileira em jogos as Eliminatórias.

Dessa vez, a CBF terá que pagar 25 mil francos suíços (cerca de R$ 83 mil reais) à Fifa por conta dos gritos de “bicha” nas cobranças de tiro de meta do goleiro boliviano, na Arena das Dunas, na vitória brasileira por 5 x 0.

Uma multa de 20 mil francos suíços (cerca de R$ 66 mil) fora expedida pelo mesmo motivo no jogo diante da Colômbia, no dia 6 de setembro, na Arena Amazônia, em Manaus.

As confederações sul-americanas reclamaram do pedido da Fifa, dizendo que trata-se de uma “cultura do futebol no continente”. A resposta da Fifa, por meio de sua nova secretária-geral, Fatma Samoura, foi incisiva.

“O que posso dizer é que precisamos que as pessoas sejam educadas, mesmo que esteja na sua história, na sua cultura, usar palavras não amigáveis contra o adversário. Isso tem de parar. Para a Fifa a tolerância é zero em relação à homofobia, discriminação racial e discriminação de gênero”, disse Fatma, mulher, negra e muçulmana, que trabalhou na ONU antes de assumir seu cargo na Fifa.