Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Por fim de turbulência, Espanha encara Rússia nas oitavas

Um dos melhores do mundo, mas passando por momento de instabilidade, o goleiro David De Gea é o retrato da seleção espanhola na Copa de 2018

Por Danilo Monteiro Atualizado em 1 jul 2018, 10h54 - Publicado em 1 jul 2018, 09h22

A Espanha enfrenta a Rússia neste domingo, no Estádio Lujniki, em Moscou, a partir das 11h (de Brasília), pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018. Um dos favoritos ao título, o time espanhol luta para colocar fim ao momento turbulento que vive desde as vésperas do torneio.

  • A data é 12 de junho, o Real Madrid surpreende e anuncia o técnico Julen Lopetegui como substituto de Zinedine Zidane. Logo no dia seguinte, o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, demite Lopetegui alegando falta de comprometimento do treinador. O grande problema é que a Copa começava no dia 14, deixando o time com futuro incerto no torneio.

    A Espanha chegou à Rússia como favorita, mas iniciou a Copa sob desconfiança após o anúncio de seu novo técnico, Fernando Hierro. Na estreia, um empate contra Portugal em 3 a 3, em uma atuação sensacional de Cristiano Ronaldo. No entanto, a vitória complicada contra o Irã e o empate contra o eliminado Marrocos quase fizeram os espanhóis perderem o primeiro lugar do Grupo A.

  • A posição que mais expõe a instabilidade da Espanha é a de goleiro. David De Gea, um dos melhores da posição no futebol mundial, vive um momento péssimo em seu primeiro grande teste pela seleção nacional. O jogador do Manchester United liderou o Campeonato Inglês em partidas sem sofrer gol e foi o quinto goleiro com mais defesas realizadas, mas na Copa do Mundo só conseguiu fazer uma defesa em três jogos.

  • A Espanha passou 16 anos com Iker Casillas comandando a posição de goleiro – inclusive, ele é o jogador que mais partidas disputou na história da seleção, com 167. De Gea, assim como em seu início no Manchester United, começou abaixo, tendo que superar uma lenda – no caso do United, o holandês Edwin van der Sar.

    Agora, tanto De Gea quanto a seleção espanhola tentará escrever sua participação na Copa de 2018 como uma história de superação, não de fracasso. O primeiro passo será contra a anfitriã Rússia, neste domingo. A PLACAR fará cobertura AO VIVO de Espanha x Rússia pela Copa 2018.

    Continua após a publicidade
    Publicidade