Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Paulistão: Corinthians sai na frente, mas cede empate ao Red Bull

Depois de abrir o placar no início do segundo tempo, atual campeão paulista viu o adversário igualar após falha da defesa

O Corinthians voltou a não atuar bem fora de casa e empatou em 1 a 1 com o Red Bull Brasil nesta segunda-feira, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pelo Campeonato Paulista. Foi o terceiro jogo consecutivo sem vitórias do time comandado pelo técnico Fábio Carille, que chegará mais pressionado no clássico do final de semana pelo Estadual contra o rival Palmeiras.

Monótono na etapa inicial, o jogo teve dois gols contra no segundo tempo. O primeiro foi de Tiago Alves, do Red Bull para o Corinthians, completando um chute cruzado de Clayson para dentro. Juninho Capixaba retribuiu o presente ao cabecear a bola para o alto quando Cássio deixava a meta.

Aos 34 minutos, o Corinthians sacudiu a rede outra vez, mas não valeu. Emerson Sheik brigou pelo alto com Everton Silva – e cometeu a falta, na visão do árbitro Vinícius Furlan – antes de Rodriguinho empurrar para as redes.

O resultado levou o Corinthians aos 13 pontos, ainda na liderança do Grupo A do Estadual. O atual campeão, entretanto, ficou ainda mais pressionado às vésperas de enfrentar o seu grande rival. O clássico diante do Palmeiras será sábado à tarde, em Itaquera.

Já o Red Bull contabiliza agora 11 pontos na Chave D – o líder Santos totaliza 14 – e só voltará a atuar pelo Campeonato Paulista na segunda-feira que vem. O adversário será o Ituano, no Novelli Júnior.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRASIL 1 X 1 CORINTHIANS

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Árbitro: Vinícius Furlan (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Público: 7.027 pagantes (total de 7.439)
Renda: R$ 297.219
Cartões amarelos: Everton Silva, Anderson Marques e André Castro (Red Bull Brasil); Camacho, Renê Júnior, Emerson Sheik e Henrique (Corinthians)
Gols: Tiago Alves (contra, para o Corinthians), aos 7 minutos, e Juninho Capixaba (contra, para o Red Bull), aos 23 minutos do segundo tempo

RED BULL BRASIL: Julio Cesar; Everton Silva, Anderson Marques, Tiago Alves e Breno Lopes; André Castro, Éder, Claudinho (Thomaz), Éder Luís (Doriva) e Deivid (Matheus Oliveira); Ricardo Bueno
Técnico: Ricardo Catalá

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Juninho Capixaba (Gabriel); Renê Júnior, Camacho (Maycon), Romero, Rodriguinho e Clayson (Emerson Sheik); Júnior Dutra
Técnico: Fábio Carille

(Com Gazeta Press)