Clique e assine a partir de 9,90/mês

Paulinho pode ser investigado por propaganda ilegal na China

Volante brasileiro fez foto ao lado de atriz pornô para empresa de apostas

Por Da redação - 12 Apr 2017, 19h05

Destaque nos últimos jogos com a seleção brasileira, o volante Paulinho se envolveu em uma situação difícil na China. O jogador, que defende o Guangzhou Evergrande, pode ter de enfrentar problemas legais e correr risco de deportação, após participar de uma propaganda para um site de apostas ao lado de uma atriz pornô.

Segundo informações do portal inglês Daily Mirror, o brasileiro posou para a empresa chinesa Letou, junto com a japonesa Tsukasa Aoi. A situação de Paulinho é complexa, uma vez que apostas e pornografia são  proibidas na China. Além disso, diversas ligas de futebol profissional no mundo e a Fifa proíbem seus jogadores de participar de apostas.

O vídeo em que Paulinho aparece ao lado da atriz japonesa, demonstrando a plataforma para apostas da Letou, teria sido realizado na  casa do volante. De acordo com o portal, o brasileiro deverá ser questionado pela Liga Chinesa e também pelas autoridades locais.

Paulinho China
Paulinho como garoto-propaganda no site da Letou, empresa de apostas filipina Reprodução/VEJA.com
Publicidade