Clique e assine a partir de 9,90/mês

Palmeiras supera Bragantino sem contestação e permanece 100%

Melhor equipe do Campeonato Paulista nos quatro primeiros jogos, o Alviverde pôde colocar quase todas suas armas em campo neste domingo

Por Da Redação - 28 jan 2018, 19h10

O Palmeiras é o melhor time do Campeonato Paulista. Neste domingo, o Verdão venceu o Bragantino por 2 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid, e se manteve como a única equipe com 100% de aproveitamento no Estadual. Além da alegria pelo triunfo, a torcida alviverde ainda pode celebrar o retorno do meia Moisés, que entrou na vaga de Tchê Tchê quando o duelo ainda estava 1 a 0. Ademais, destaque para o golaço de Dudu, o talismã Keno, e a ótima partida de Lucas Lima e Felipe Melo.

O domínio alviverde foi total no primeiro tempo, mas a superioridade não se traduziu em gols. No início do duelo em Bragança, o Palestra chegou a ter 87% de posse de bola, mas foram apenas duas finalizações – de Tchê Tchê e Borja – em chances claras de gol. De mais positivo, a movimentação de Willian, Dudu e Lucas Lima, em especial do camisa 20. Jogando à frente de Tchê Tchê e Felipe Melo, o trio trocou de posição em diversos momentos e confundiu a marcação adversária. Mesmo repetindo a saída de três com Felipe Melo entre os zagueiros, Lucas Lima foi o responsável por tirar o Palmeiras da defesa. O meia mostrou muita qualidade nos lançamentos, enquanto o Pitbull ainda se mostrava – o que iria mudar na etapa final – mais tímido nas inversões longas de campo.

Palmeiras transforma domínio em gols no segundo tempo

Na etapa final, Roger Machado seguiu dando tempo para seus titulares, que começaram os 45 minutos finais como os primeiros: com muita posse de bola, rodando a área adversária, mas sem conseguir finalizar. Com 16 minutos, Keno entrou na vaga de Borja e a estrela do atacante não demorou a brilhar. Dudu sofreu falta e bateu rápido para Michel Bastos. O camisa 15 acertou seu primeiro cruzamento no jogo – depois de diversas tentativas – e mandou a bola no segundo poste para Keno, que deu um tapa de primeira para o gol. Guilherme Mattis ainda tentou cortar em cima da linha, mas não conseguiu.

À frente no placar, Roger Machado deu a oportunidade à torcida do Palmeiras de ver a estreia de Moisés na temporada. O camisa 10 entrou na vaga de Tchê Tchê para atuar ao lado de Felipe Melo e aumentou ainda mais o domínio palmeirense. Com 26 jogados, o Alviverde matou a partida. Felipe Melo, antes tímido, acertou mais um de seus lançamentos espetaculares. Dudu recebeu na ponta esquerda, dominou com a coxa, partiu para cima da marcação e deu um tapa no ângulo oposto de Alex Alves, que nada pôde fazer. Muito aplaudido pelos presentes, o capitão deixou o gramado nove minutos depois para a entrada de Guerra. O venezuelano, assim como Moisés, não tiveram tanta oportunidade de aparecer no duelo, que já estava decidido e terminou com vitória palestrina.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA: BRAGANTINO 0 X 2 PALMEIRAS

Data: 28 de janeiro de 2018, domingo
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Fabio Rogério Baesteiro
Cartões amarelos: Ewerton, Lázaro e Adenilson (BRAGANTINO)
Gols: Keno, aos 18, e Dudu, aos 26 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo e Tchê Tchê (Moisés); Willian, Lucas Lima e Dudu (Guerra); Borja (Keno). Técnico: Roger Machado

BRAGANTINO: Alex Alves; Ewerton, Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Evandro, Adenilson (Diego Macedo), Vitinho (Rafael Silva) e Gerley (Hélton Luiz); Matheus Peixoto e Léo Jaime. Técnico: Marcelo Veiga

(com Gazeta Press)

Publicidade