Clique e assine com até 92% de desconto

Palmeiras supera Bragantino sem contestação e permanece 100%

Melhor equipe do Campeonato Paulista nos quatro primeiros jogos, o Alviverde pôde colocar quase todas suas armas em campo neste domingo

Por Da Redação 28 jan 2018, 19h10

O Palmeiras é o melhor time do Campeonato Paulista. Neste domingo, o Verdão venceu o Bragantino por 2 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid, e se manteve como a única equipe com 100% de aproveitamento no Estadual. Além da alegria pelo triunfo, a torcida alviverde ainda pode celebrar o retorno do meia Moisés, que entrou na vaga de Tchê Tchê quando o duelo ainda estava 1 a 0. Ademais, destaque para o golaço de Dudu, o talismã Keno, e a ótima partida de Lucas Lima e Felipe Melo.

O domínio alviverde foi total no primeiro tempo, mas a superioridade não se traduziu em gols. No início do duelo em Bragança, o Palestra chegou a ter 87% de posse de bola, mas foram apenas duas finalizações – de Tchê Tchê e Borja – em chances claras de gol. De mais positivo, a movimentação de Willian, Dudu e Lucas Lima, em especial do camisa 20. Jogando à frente de Tchê Tchê e Felipe Melo, o trio trocou de posição em diversos momentos e confundiu a marcação adversária. Mesmo repetindo a saída de três com Felipe Melo entre os zagueiros, Lucas Lima foi o responsável por tirar o Palmeiras da defesa. O meia mostrou muita qualidade nos lançamentos, enquanto o Pitbull ainda se mostrava – o que iria mudar na etapa final – mais tímido nas inversões longas de campo.

  • Palmeiras transforma domínio em gols no segundo tempo

    Na etapa final, Roger Machado seguiu dando tempo para seus titulares, que começaram os 45 minutos finais como os primeiros: com muita posse de bola, rodando a área adversária, mas sem conseguir finalizar. Com 16 minutos, Keno entrou na vaga de Borja e a estrela do atacante não demorou a brilhar. Dudu sofreu falta e bateu rápido para Michel Bastos. O camisa 15 acertou seu primeiro cruzamento no jogo – depois de diversas tentativas – e mandou a bola no segundo poste para Keno, que deu um tapa de primeira para o gol. Guilherme Mattis ainda tentou cortar em cima da linha, mas não conseguiu.

    À frente no placar, Roger Machado deu a oportunidade à torcida do Palmeiras de ver a estreia de Moisés na temporada. O camisa 10 entrou na vaga de Tchê Tchê para atuar ao lado de Felipe Melo e aumentou ainda mais o domínio palmeirense. Com 26 jogados, o Alviverde matou a partida. Felipe Melo, antes tímido, acertou mais um de seus lançamentos espetaculares. Dudu recebeu na ponta esquerda, dominou com a coxa, partiu para cima da marcação e deu um tapa no ângulo oposto de Alex Alves, que nada pôde fazer. Muito aplaudido pelos presentes, o capitão deixou o gramado nove minutos depois para a entrada de Guerra. O venezuelano, assim como Moisés, não tiveram tanta oportunidade de aparecer no duelo, que já estava decidido e terminou com vitória palestrina.

    FICHA TÉCNICA: BRAGANTINO 0 X 2 PALMEIRAS

    Data: 28 de janeiro de 2018, domingo
    Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista
    Horário: 17 horas (de Brasília)
    Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araújo
    Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Fabio Rogério Baesteiro
    Cartões amarelos: Ewerton, Lázaro e Adenilson (BRAGANTINO)
    Gols: Keno, aos 18, e Dudu, aos 26 minutos do segundo tempo

    PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo e Tchê Tchê (Moisés); Willian, Lucas Lima e Dudu (Guerra); Borja (Keno). Técnico: Roger Machado

    BRAGANTINO: Alex Alves; Ewerton, Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Evandro, Adenilson (Diego Macedo), Vitinho (Rafael Silva) e Gerley (Hélton Luiz); Matheus Peixoto e Léo Jaime. Técnico: Marcelo Veiga

    (com Gazeta Press)

    Continua após a publicidade
    Publicidade