Clique e assine a partir de 9,90/mês

Palmeiras e Santos decidem a Copa do Brasil em ano centenário

Santos joga por empate para ficar com a taça

Por Lucas Mello - Atualizado em 20 fev 2017, 11h03 - Publicado em 2 dez 2015, 08h43

A história de Palmeiras e Santos nesta temporada começou a ser escrita ainda em 2014. Há cerca de um ano, no dia 7 de dezembro, o caminho das equipes se cruzaram em duas partidas que definiram o destino de apenas uma delas.

O Palmeiras era 16° colocado no Campeonato Brasileiro. Dependia apenas de suas forças para escapar. Uma vitória na segunda partida em seu novo estádio, o Allianz Parque, contra o Atlético-PR, salvaria a equipe da queda. Contudo, o empate deixou a equipe dependente do maior rival Santos, que enfrentava o Vitória, na Bahia. Um triunfo dos baianos rebaixaria o Palmeiras.

Quando o jogo do Verdão terminou, a partida no Barradão ainda tinha alguns minutos. O 0 x 0 lá, salvava o Palmeiras. Porém, nos acréscimos, Thiago Ribeiro marcou um gol que acalmaria o ânimo de todos os palmeirenses. Com a vitória, o Santos “salvava” o Palmeiras do rebaixamento.

E em 2015, ano em que o clássico completou 100 anos, as equipes cruzaram-se diversas vezes no ano, sempre repetindo os mesmos placares e mesmo equilíbrio: No Allianz Parque, vitórias palmeirenses por um gol de diferença; Na Vila Belmiro, vitórias santistas por um gol de diferença.

Assim foi na primeira final do ano, no Campeonato Paulista. No Allianz Parque, Palmeiras 1 x 0, com direito a Dudu perdendo um pênalti que daria mais vantagem ao clube da capital. Na primeira final da Copa do Brasil, 1 x 0 Santos, com direito a Gabriel perdendo um pênalti.

No jogo de volta do Paulista, vitória santista por 2 x 1 e vitória do time nos pênaltis. Agora, no Allianz Parque, a história está para ser escrita…

Continua após a publicidade
Publicidade