Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pai de Rodrygo encerra carreira de jogador para cuidar do filho

Aos 34 anos, o ex-lateral-direito acompanha os passos do filho de 17 anos, que vai se apresentar ao Real Madrid em 2019

Até pouco tempo atrás, o atacante Rodrygo, mais jovem revelação do Santos, não era o único goleador de sua casa. Seu pai, Eric Goes, 34 anos, encerrou a carreira de jogador de futebol no início deste ano para cuidar da carreira do filho, negociado em junho com o Real Madrid por 50 milhões de euros (217 milhões de reais).

Como lateral-direito, Eric jogou por clubes do interior paulista, defendeu o Criciúma e se aposentou dos gramados no Cuiabá. A decisão de encerrar a carreira veio junto com a demanda do filho, que passou a ter sua agenda cheia também fora dos gramados. Rodrygo tem como empresário Nick Arcuri, que vive em Milão, na Itália, e comanda a Un1que Football, uma empresa com sede em Barueri. Eric é quem toca as coisas em Santos e vive colado no jogador que é a principal vitrine da empresa no momento.

“Na verdade faço esse trabalho desde que o Rodrygo tem 9 anos. Minha esposa acompanhou desde sempre, porque eu ainda jogava. Mas fico auxiliando para que ele tenha uma trajetória bonita como tem sido”, afirmou Eric. “Fora o jogo tem essa área de marketing. Da agenda, dos horários. Ser motorista, conselheiro, amigo e pai. Não vejo o Rodrygo como atleta. É o meu menino que está ali.”

Rodrygo se apresentará ao time espanhol somente em junho de 2019, ano em que atingirá a maioridade. No final desta edição do Campeonato Brasileiro, Eric viajará com a esposa para Madri, em busca de um local para morar, mas sem pressa. Segundo ele, o Real Madrid tem sido bastante atencioso.

“A única coisa que nos pediram é para ter calma. As coisas acontecem de maneira natural. Ele (Rodrygo) é uma criança, está se formando fisicamente. O Marcelo e o Varane foram formados lá e são grandes jogadores hoje”, disse. “Só que não adianta ficar pensando no Real Madrid e não render aqui em Santos. Hoje o pensamento está aqui em Santos e é isso que estamos fazendo.”