Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

O que falta para o Palmeiras conquistar o Brasileiro já na quarta-feira?

Alviverde precisa torcer por tropeço de rivais em seus estádios

Por Da redação - 19 nov 2018, 19h44

O empate em 1 a 1 do Palmeiras neste domingo, em Londrina, contra o já rebaixado Paraná complicou um pouco a possibilidade da equipe comemorar o título do Campeonato Brasileiro com sua torcida na quarta-feira, contra o América-MG, no Allianz Parque, às 21h45. Caso tivesse vencido, o alviverde dependeria de uma vitória simples para conquistar o título brasileiro nesta semana. Agora, ainda depende de rivais para ser campeão.

O Palmeiras precisa vencer o América-MG, mas depende que Flamengo e Internacional não vençam as partidas que farão em seus estádios, também na quarta-feira. E são duas equipes da parte de cima da tabela que podem ajudar o Palmeiras a comemorar o título com duas rodadas de antecedência.

O Internacional enfrenta o Atlético-MG às 19h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre e não pode vencer. O Atlético-MG é sexto colocado no torneio e está ocupando a última vaga para a fase pré-Libertadores nesse momento, com três pontos de vantagem para o Atlético-PR. Caso o Inter vença e o Palmeiras também, os clubes mantém a distância de seis pontos, faltando duas rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, com diferença de duas vitórias entre os times.

Às 21h45 o Flamengo recebe o Grêmio no Maracanã, no Rio de Janeiro, e também não pode vencer para que o Palmeiras seja campeão na quarta-feira. O Grêmio é quarto colocado no Brasileirão, levando vantagem sobre o São Paulo pelo número de vitórias. O clube precisa ficar entre os quatro primeiros para garantir vaga na fase de grupos da Copa Libertadores, sem jogar a fase preliminar. Caso o Flamengo vença e o Palmeiras também, os clubes mantém a distância de cinco pontos, faltando duas rodadas para o término do Campeonato Brasileiro.

Publicidade

O Grêmio ainda pode ser campeão, mas dependeria de três derrotas do Palmeiras nas rodadas finais. Em caso de vitória ou até empate palmeirense nesta rodada, o Grêmio já não pode mais alcançar o clube paulista.

Publicidade