Clique e assine com até 92% de desconto

O que aconteceu com clubes paulistas que já jogaram 1ª divisão nacional?

Desde que disputaram a primeira divisão pela última vez, o que aconteceu com essas equipes paulistas?

Por Lucas Mello Atualizado em 20 fev 2017, 11h00 - Publicado em 14 jun 2016, 16h12

O que houve com os clubes que uma vez disputaram a primeira divisão do Brasileiro, representando o Estado de São Paulo desde sua última participação na competição?

PLACAR traz o histórico dessas equipes desde a última vez que disputaram a série A do Brasileiro.

Veja abaixo:

Clubes de São Paulo que já jogaram a primeira divisão

São
Paulo (5)
: Corinthians*, Juventus, Palmeiras*, Portuguesa e São Paulo*

Santos
(1)
: Santos*

Campinas
(2)
: Guarani e Ponte Preta*

São
Caetano do Sul (1)
: São Caetano

Bragança
Paulista (1)
: Bragantino

Ribeirão
Preto (2)
: Botafogo e Comercial

Limeira
(1)
: Internacional

Barueri
(1)
: Grêmio Barueri

Santo
André (1)
: Santo André

Araras
(1)
: União São João

Piracicaba
(1)
: XV de Piracicaba

São
José dos Campos (1)
: São José

Araraquara
(1)
: Ferroviária

Bauru
(1)
: Noroeste

São
José do Rio Preto (1)
: América

Jaú
(1)
: XV de Jaú

Sorocaba
(1)
: São Bento

Franca
(1)
: Francana

*Na primeira divisão

JUVENTUS

Campeão da Taça de Prata em 1983, disputou a primeira
divisão pela única vez naquele ano. Na primeira fase, ficou em quarto no seu
grupo, atrás de América-RJ, Atlético-MG e Vila Nova-GO. Não se classificou para
a segunda fase e, com a mudança de regras, não disputou a série A em 1984.

Jogou a série B em 1986, de 1988 a 1992 e em 1998.
Participou da série C em 1994, 1996, 1997, 2000, 2006 e 2007.  Em 1997 foi vice-campeão da série C e subiu
para a série B em 1998. Contudo, acabou rebaixado ao lado do Fluminense. Em sua
última participação, em 2007, não passou sequer da primeira fase.

PORTUGUESA

Jogou a primeira divisão pela última vez em 2013. Após o caso
de participação irregular de Héverton, acabou rebaixada por perder pontos. Em
2014, totalmente sucateada, foi rebaixada na série B, ficando na lanterna do
torneio. Jogou a série C em 2015 e joga em 2016. Em 2015 chegou às quartas de
final, mas foi eliminado pelo Vila Nova-GO.

GUARANI

Sua última participação na série A foi em 2010. Rebaixado,
jogou a série B em 2011 e 2012. No primeiro ano, ficou na 12ª colocação. Em
2012, ficou em 18° e foi rebaixado. Desde 2013 joga a série C, sempre sendo
eliminado na primeira fase do torneio.

SÃO CAETANO

Jogou sua última série A em 2006. De 2007 a 2013 jogou a
série B. Ficou perto do acesso em 2012, quando terminou em quinto. Em 2013, foi
19° e acabou rebaixado. Em 2014, na série C, foi mal e sua chave e acabou
rebaixado para a série D. Na quarta divisão, em 2015, fez a melhor campanha do
torneio, mas acabou eliminado pelo Botafogo-SP nas quartas de final, ficando
sem o acesso. Neste ano, não disputa a série D.

BRAGANTINO

Sua última participação na série A foi em 1998. De 1999 a
2002 jogou a série B, até ser rebaixado no último ano, como lanterna da
competição. Jogou a série C em 2003 e chegou até as quartas de final, sendo
eliminado pelo Santo André. Em 5°, acabou eliminado do torneio. De 2004 a 2006
ficou sem jogar o Campeonato Nacional. Em 2007, voltou à série C e conquistou o
torneio. Desde 2008 joga a série B e esteve mais perto do acesso em 2011 e
2015, quando terminou em sexto.

Continua após a publicidade

BOTAFOGO-RP

Jogou a série A pela última vez em 2001. Em 2002, na série
B, acabou sendo um dos rebaixados. Em 2003, fez uma série C abaixo da média,
ficando na primeira fase. Eliminado, ficou sem jogar o torneio nacional de 2004
a 2009. Em 2010 voltou a jogar a série D, mas acabou eliminado na primeira
fase. Em 2011 e 2012, não jogou o torneio. 

Voltou a jogar em 2013, mas caiu
novamente na primeira fase. Após um 2014 longe do torneio nacional novamente, o
time voltou a jogar a série D em 2015, conquistando o torneio. Em 2016 joga a
série C.

COMERCIAL-RP

Jogou a primeira divisão em 1979 e terminou em 15°. Porém,
com regras diferentes, disputou a Taça de Prata em 1980. Foi sexto neste ano,
mas sem conseguir acesso. De 1981 e 1995, não disputu torneio algum. Voltou à
série C em 1986, mas acabou eliminado na primeira fase. Em 2000 disputou o
módulo branco da Copa João Havelange, mas acabou em último no seu grupo. 

Em
2001 esteve afastado dos torneios nacionais, mas em 2002 jogou a série C e foi
eliminado na primeira fase. O mesmo aconteceu em 2003. Desde então, não joga
torneios nacionais.

INTERNACIONAL DE LIMEIRA

A Inter de Limeira jogou o Brasileiro de 1990, mas fez a
pior campanha e acabou rebaixado. Em 1991 ficou no meio da tabela da série B,
mas não disputou a edição de 1992. O clube também não quis jogar a terceira
divisão naquele ano. 

Voltou a jogar a série C em 1995, caindo na primeira fase.
Passou da primeira fase em 1997, mas caiu diante do Uberlândia na segunda fase.
Voltou a disputar a terceira divisão em 2000, no Módulo Branco, mas acabou
eliminado na primeira fase. Em 2002, voltou à série C, mas caiu na primeira
fase, feito que se repetiu em 2003. Desde então não disputa torneios nacionais
do tipo.

GRÊMIO BARUERI/PRUDENTE

Jogou a primeira divisão pela última vez em 2010. Ficou em
nono na série B de 2011 e caiu como lanterna em 2012. Em 2013, na série C, foi
mal novamente e acabou rebaixado de novo. Jogou a série D apena suma vez, em
2014, mas foi eliminado na primeira fase, com apenas uma vitória e sete
derrotas. Desde então não disputa o campeonato nacional.

SANTO ANDRÉ

Última participação do clube foi em 2009. Foi rebaixado como
18° colocado. Na série B de 2010, repetiu a 18ª colocação e caiu para a série
C. Em 2011, na série C, ficou embaixo na tabela, mas não foi rebaixado. Em 2012
o clube não evitou a queda. Em 2013, passou da primeira fase da série D, mas
caiu diante do Metropolitano nas oitavas de final. Desde 2014 não se classifica
para disputar o campeonato nacional.

UNIÃO SÃO JOÃO

Jogou a primeira divisão pela última vez em 1997. De 1998 a
2002 ficou no meio da tabela na segunda divisão. Chegou perto do acesso em
2001, terminando na sétima colocação, perdendo para o Paysandu nas quartas de final.
Em 2003 foi lanterna na série B, rebaixado à série C. Disputou a terceira
divisão em 2004 e 2005, mas acabou eliminado na primeira fase de ambos torneios.

XV DE PIRACICABA

Jogou a primeira divisão pela última vez em 1979. Jogou a
série B em 1980 e 1984, ficando no meio da tabela em ambas. Em 1988 jogou a
série C e foi eliminado na primeira fase. Mas com mudanças nas regras, voltou à
série B em 1989, terminando em 12°. Em 1990 e 1991 jogou a série B e ficou no
meio da tabela. 

Voltou à série C em 1995 e foi campeão do torneio, vencendo o
Volta Redonda-RJ na final. De 1996 a 2002 jogou a série B. Esteve mais perto do
acesso em 1999, quando terminou em quinto, sendo eliminado na fase semifinal, por
Goiás e Criciúma. Em 2002 foi vice-lanterna da série B, sendo rebaixado à série
C. Jogou a terceira divisão em 2003, mas foi eliminado na primeira fase. Desde
então não participa de torneios nacionais do tipo.

SÃO JOSÉ

Vice-lanterna do Brasileiro de 1990, foi rebaixado para a
segunda divisão nacional. Não passou da primeira fase da série B em 1991. Em
1992 fez uma série B melhor, temrinando em 12°, mas sem o acesso.  Voltou a disputa o Brasileiro em 1997, na
série C, mas acabou eliminado na primeira fase. Jogou o Módulo Branco do
Brasileiro de 2000, mas foi lanterna de seu grupo. Essa foi a última
participação da equipe em campeonatos nacionais.

FERROVIÁRIA

Jogou a primeira divisão apenas em 1983. Voltou a jogar o
torneio nacional em 1988, na série C, sendo eliminado na segunda fase do
torneio. Em 1994, novamente na série C. Foi vice-campeão do torneio, perdendo
para o Novorizontino na final. Esteve na série B em 1995. Foi mal, mas não
rebaixado, porque não houve rebaixamento. Em 1996 desistiu de jogar o torneio
por problemas financeiros. Em 2002, participou pela última vez da série C,
sendo eliminado na primeira fase.

NOROESTE

Jogou a série A apenas uma vez, em 1978. Disputou a série B
em 1980, mas caiu na primeira fase. Voltou a jogar o nacional em 1990, na série
C. Foi décimo colocado no torneio, mas conseguiu acesso. Jogou a série B em
1991 e 1992. Em 1991 foi oitavo colocado, mas não conseguiu o acesso. 

Com
mudanças de regras, voltou a jogar a série C em três oportunidades, em 2006,
2007 e 2008.  Em 2006 chegou à terceira
fase, mas caiu para Ipatinga-MG e Brasil de Pelotas-RS. Em 2007 caiu na
primeira fase, mas em 2008  chegou à
segunda fase, mas caiu no grupo com Ituiutaba-MG e Guarani-SP.

AMÉRICA-SJRP

Jogou a primeira divisão pela útlima vez em 1980. Em 1981
esteve na série B, mas foi eliminado na primeira fase do torneio. Voltou a
jogar a série B em 1985 e fez apenas dois jogos, sendo eliminado pelo Goytacaz.
Em 1989, jogou a série B e foi eliminado na primeira fase. Por isso, disputou a
série C em 1990, caindo na primeira fase, em grupo cujo classificado foi o
Paraná. Em 1992, desistiu de jogar a série C. 

Em 1994 voltou à série B, mas
novamente caiu na primeira fase. Em 1995, repetiu a campanha de 1994 e caiu na
primeira fase. Essa foi a última participação do clube na série B. O time
voltou a jogar a série C em 1997, sendo eliminado na primeira fase. Em 1998,
caiu na segunda fase, diante do Anápolis-GO. Em 1999 voltou a ser eliminado na
primeira fase. Não disputou a Copa João Havelange. Voltou jogar a série C em
2004, sendo eliminado novamente na primeira fase. O mesmo se repetiu em 2005 e
2006. E, em 2006, o clube participou pela última vez do torneio.

XV DE JAÚ

A última paticipação do XV de Jaú na primeira divisão foi em
1982. Em 1988 jogou a série C, mas foi eliminado na primeira fase por
Ferroviária-SP e Ubiratan-MS. Essa foi a última participação do clube no
torneio.

SÃO BENTO

O São Bento jogou a série A apenas uma vez, em 1979. Em 1981
e 1983, esteve na série B. Em ambas participações, foi eliminado na primeira
fase. Ainda disputou a série C em 1992 e foi eliminado na primeira fase,
ficando atrás do Matsubara-PR, que se classificou. Neste ano de 2016, o clube
volta a disputar o nacional, na série D.

FRANCANA

Jogou a série A pela única vez em 1979. Desde então, voltou
à série C em 1995, caindo na primeira fase do torneio. Em 1996 fez uma ótima série
C. Passou da primeira fase. Enfrentou o Operário-MS na segunda fase, se
classificando. Na terceira fase, passou pelo Mixto-MT. Já na quarta fase perdeu
para o Figueirense apenas nos pênaltis, terminando em sexto. 

Em 1997, novamente
na série C, fez uma campanha ainda melhor. Passou bem da primeira fase. Na
segunda, enfrentou o Ponta Grossa-PR e se classificou. Na terceira, passou pelo
Montes Claros-MG, nos pênaltis, e na quarta fase pelo Uberlândia. No
quadrangular final, ficou em terceiro, atrás de Sampaio Corrêa-MA e
Juventus-SP, não conseguindo o acesso. Em 1998, o clube não passou da primeira
fase do torneio. Voltou a jogar a série C em 2003, mas acabou eliminado na
primeira fase novamente. Essa foi a última participação do time no torneio.

Continua após a publicidade
Publicidade