Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

O que aconteceu com clubes goianos que já jogaram 1ª divisão nacional?

Desde que disputaram a primeira divisão pela última vez, o que aconteceu com essas equipes de Goiás?

Por Lucas Mello Atualizado em 2 mar 2017, 16h51 - Publicado em 23 jun 2016, 19h06

O que houve com os clubes que uma vez disputaram a primeira divisão do Brasileiro, representando Goiás desde sua última participação na competição?

PLACAR traz o histórico dessas equipes desde a última vez que disputaram a série A do Brasileiro.

Veja abaixo:

Clubes de Goiás que já jogaram a primeira divisão

Goiânia
(4)
: Atlético, Goiânia, Goiás e Vila Nova

Anápolis
(1)
: Anapolina

Itumbiara
(1)
: Itumbiara

ATLÉTICO

Jogou a série A pela última vez em 2012, quando ficou na
vice-lanterna (19°) e foi rebaixado. Desde então, joga a série B do Campeonato
Brasileiro. Desde então ficou sempre no meio da tabeça, tendo sua melhor
participação em 2014, quando ficou em sétimo lugar. Neste ano, começou muito
bem na série B.

GOIÂNIA

Sua última participação na série A foi em 1979. Jogou a
série B em 1980, passando da prmeira fase. Na terceira fase, foi eliminado,
perdendo a vaga para o Botafogo-SP. Na série B de 1985 foi eliminada logo na
primeira fase para o Operário-MS. Em 1989 caiu logo na primeira fase para
Botafogo-SP e Catanduvense-SP. Em 1991 jogou sua última série B e caiu logo na
primeira fase.

Em 1997 jogou a série C e passou em primeiro de sua chave na
primeira fase. Na segunda passou pelo Tocantinópolis-TO. Na terceira fase, no
entanto, caiu diante do Ji-Paraná-RO. Em 1998 e 1999 não passou da primeira
fase da série C.

Na Copa João Havelange de 2000, não passou da primeira fase
do Módulo Verde. Em 2001 e 2002 o time voltou a jogar a série C, sem passar da
primeira fase. Desde então não joga o torneio nacional.

GOIÁS

Jogou a série A de 2015 e foi rebaixado. Agora, em 2016,
disputa a série B do Campeonato Brasileiro.

VILA NOVA

Jogou a série A pela última vez em 1985. Em 1989, jogou a
série B e não passou da primeira fase. Em 1990, jogou a série C e não passou da
primeira fase.

Em 1991 voltou à série B e não passou da primeira fase. Um
ano depois, desistiu de jogar o torneio pouco antes do começo. Em 1993 na
seletiva para a série B de 1994, não conseguiu a classificação

Na série C de 1994, passou da primeira fase. Venceu o
Caldas-GO na segunda, mas caiu para a Ferroviária-SP na terceira. Em 1995
passou da primeira fase e da segunda, diante do União Rondonópolis-MT. Todavia,
pelo gol fora de casa, caiu diante do Intercap-TO logo na terceira fase.

Em 1996 veio o acesso. Passou na primeira fase por
Uberlândia-MG e Anápolis-GO. Na segunda o time passou pelo Gurupi-TO com um
agregado de 7 x 0. Na terceira, passou pelo Fluminense de Feira Santana-BA, e
na quarta pelo Nacional-AM. Na semifinal, o acesso veio com vitória sobre o
Porto-PE. Na final o título veio em cima do Botafogo-SP.

Em 1997 passou pela primeira fase da série B. Na segunda
eliminou o Ceará. Já na terceira, se classificou na chave, junto com o
América-MG. Na fase final, ficou em quarto e viu os acessos de América-MG e
Ponte Preta.

Continua após a publicidade

Em 1998 passou da primeira fase, mas caiu logo na segunda
diante do XV de Piracicaba-SP.

Em 1999 ficou em quarto na primeira fase e se classificou
para as quartas de final, se classificando contra o América-MG. Na fase final,
ficou novamente em quarto, perdendo o acesso para Goiás e Santa Cruz.

Na Copa João Havelange de 2000 ficou na penúltima colocação
de seu grupo no Módulo Amarelo, caindo na primeira fase. De 2001 a 2005 ficou
na série B, sempre eliminado na primeira fase, com a melhor classificação em
2005, quando ficou em nono.

Em 2006, no primeiro torneio por pontos corridos, foi
lanterna (20°) e acabou rebaixado.

Jogou a série C de 2007, passou da primeira fase, e da
segunda, com o CRAC-GO. Na terceira passou em primeiro na chave, com com
Atlético-GO. No octogonal final, ficou em terceiro e conseguiu o acesso com
Bragantino-SP, Bahia e ABC-RN. De 2008 a 2011 jogou a série B. Teve sua melhor
classificação em 2008, quando ficou em sexto, perto do acesso. Em 2011 foi 18°
e acabou rebaixado.

Em 2012, jogou novamente a série C, mas foi eliminado logo
na primeira fase, ficando em sétimo de seu grupo. Em 2013, novamente na série
C, ficando em segundo de sua chave na primeira fase. Nas quartas de final,
eliminou o Treze-PB e conseguiu o acesso. Na semifinal, perdeu do Sampaio
Corrêa e acabou em quarto.

Na série B de 2014 fez uma campanha sofrível e foi rebaixado
com 19ª colocação. Na série C de 2015, conquistou o título. Foi terceiro de sua
chave na primeira fase e eliminou a Portuguesa-SP nas quartas de final,
conquistando o acesso. Na semifinal venceu o Brasil de Pelotas-SP nos pênaltis
e conquistou o título ao vencer o Londrina-PR na decisão.

Neste ano de 2016, joga a série B.

ANAPOLINA

Jogou a série A pela última vez em 1984. Em 1987 jogou o
Módulo Azul da série C e foi eliminado na primeira fase. Em 1989, na série B,
passou da primeira fase e eliminou o Rio Negro-AM na segunda fase, nos
pênaltis. Na terceira, caiu diante do Remo-PA. Em 1990 foi lanterna em seu
grupo na série B e não passou da primeira fase.

Na 1991 caiu na primeira fase da série B, mas chegou perto
da vaga. Em 1992 ficou perto de novo, mas novamente caiu na primeira fase. Em
1998 e 1999 jogou a série C. Passou da primeira fase em 1998. Venceu o
Comercial-MS na segunda e o América-RJ na terceira. Nas quartas de final venceu
o Limoeiro-CE. Na fase final ficou em terceiro, perdendo acesso para Avaí e São
Caetano-SP.

Em 1999, não passou da primeira fase da série C. Contudo, em
2000, jogou o Módulo Amarelo da Copa João Havelange. Foi sexto de sua chave na
primeira fase, mas foi eliminado pelo Paraná logo nas oitavas de final.

De 2001 a 2005, jogou a série B, quase sempre flertando com
a zona de rebaixamento, até cair em 2005, na 19ª colocação do torneio.

Sua última série C foi em 2006. Passou da primeira fase com
o Jataiense-GO e da segunda com o Grêmio Barueri-SP. Na terceira, contudo, foi
lanterna de sua chave e perdeu vaga para Ipatinga-MG e Brasil de Pelotas-RS.

Jogou a série D em 2009, 2011 e 2014.  No primeiro ano, não passou da primeira fase.
Em 2011 passou da primeira fase e na segunda passou pelo Vila Nova-GO pelo gol
fora de casa. Nas quartas de final, no entanto, caiu diante do Tupi-MG, ficando
sem o acesso. Por fim, em 2014, passou da primeira fase, e depois passou pelo
Rio Branco-AC, nos pênaltis. Nas quartas de final, contra o Londrina-PR, foi
eliminado e perdeu o acesso à série C. Desde então não joga competições
nacionais.

ITUMBIARA

Jogou a primeira divisão pela última vez em 1979. Jogou a
série B de 1980, mas caiu na fase seguinte, perdendo para o Botafogo-SP. Em
1981 jogou a série C e passou pelo Taguatinga-DF na primeira fase, mas caiu
frente ao Dom Bosco-MT na segunda.

Em 1983, na primeira fase, passou junto ao Botafogo-SP. Na
segunda, passou em segundo na chave, atrás do Americano-RJ. Na terceira, no
entanto, perdeu para o Juventus-SP. Em 1984, novamente na série B, passou pelo
Tiradantes-DF na primeira e XV de Piracicaba-SP na segunda fase. Nas quartas de
final, caiu diante do Uberlândia-MG.

Em 1986, caiu na primeira fase da série B. Depois jogou a
série C em 1987, caindo na primeira fase. Em 1994 passou da primeira fase, mas
caiu logo na segunda, para o Taguatinga-DF. Em 1995 e 1996 caiu na primeira
fase da série C.

Voltou a disputar a série C em 2007. Passou da primeira
fase, mas caiu na segunda para Atlético-GO e América-RJ. Em 2008 voltou a
passar da primeira fase, mas caiu de novo na segunda, pata Atlético-GO e
Mixto-MT.

Em 2011 jogou a série D pela primeira vz e caiu logo na
primeira fase. Desde então o time não joga competições nacionais do tipo.

Continua após a publicidade
Publicidade