Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O estádio Palestra Itália em livro

Livro contando a história do estádio palmeirense foi lançado

Berço da primeira partida de futebol oficial no Brasil em 1902, a obra Parque dos Sonhos retrata os feitos históricos, evoluções arquitetônicas, jogos, marcas, recordes, estatísticas, fotos e curiosidades do Estádio Palestra Itália ao longo dos tempos. 

Organizado por Fernando Razzo Galuppo e José Ezequiel de Oliveira Filho em parceria com a editora In House, o livro conta com riqueza de detalhes, fruto do exaustivo e metódico trabalho de pesquisa dos autores. “O Palestra Italia precisava ter um registro para a posteridade de suas fases e momentos. O local trata-se de um dos únicos espaços esportivos do século XIX que se mantêm ativos e atualizados na grande metrópole paulista”, diz Fernando Galuppo.

Localizado no bairro da Água Branca, o Parque Antartica ocupava uma área de cerca de 20 alqueires e foi fundado em 1891 pela Companhia Antarctica Paulista, fundada naquele mesmo ano, que havia adquirido o terreno para a instalação da sua fábrica de cerveja. O local se transformou numa referência de recreação e divertimento. 

Em abril de 1920, o Parque Antartica foi comprado pelo Palestra Itália. De lá para cá, a praça esportiva teve diversas melhorias e mudanças em sua estrutura física. “A primeira grande construção podemos verificar nos anos 30, quando o estádio passou a ter arquibancadas de concreto armado, a primeira do gênero em São Paulo. Depois, a construção do Jardim Suspenso, nos anos 60. E mais recentemente em arena Multiuso”. 

Com 178 páginas, rico em fotos, colorido e papel nobre, o livro pode ser adquirido através do site.