Clique e assine a partir de 9,90/mês

Nova Libertadores agora terá 47 clubes, com aumento de vagas para todos os países

Saída dos clubes mexicanos fez o torneio mudar de formato novamente

Por Redação PLACAR - Atualizado em 20 fev 2017, 10h57 - Publicado em 8 dez 2016, 11h14

Com a saída dos clubes mexicanos, a Conmebol resolveu aumentar o número de vagas na Libertadores para igualar as chances de todos os países. Antes, apenas Chile, Colômbia, Argentina e Brasil ganharam vagas extras. Agora, todos os países têm.

Sem os mexicanos, três vagas sobraram, mas seis países ainda tinham apenas três vagas. Com isso, a Conmebol aumentou a Libertadores de 44 para 47 clubes, dando uma vaga extra para Bolívia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Cada um deles agora terá quatro vagas. 

Com isso, a Libertadores ganhou uma nova preliminar. As seis equipes vindas destes países nas novas vagas disputaram a primeira preliminar entre eles, classificando três para a segunda fase preliminar. Aí o torneio volta como era antes. 16 equipes disputam quatro partidas, classificando oito para a última preliminar, em que quatro equipes conseguem vaga para a Libertadores.

Já as duas vagas diretas que eram do México foram para o Brasil, classificando o Atlético-MG diretamente para a fase de grupos, e Argentina, dando vaga direta para o campeão da Copa da Argentina.

Até o momento, 36 equipes já estão classificadas, faltando onze, sendo duas delas brasileiras. Atlético-PR, Botafogo e Corinthians lutam por elas.

Veja assim, como ficaram as vagas e quem já está classificado para o torneio

ARGENTINA – 6 vagas (5 fase de grupos e 1 na segunda fase eliminatória)

Lanús – gruposSan Lorenzo – gruposEstudiantes – gruposGodoy Cruz – gruposAtlético Tucumán – 2ª  fase eliminatóriavaga aberta – grupos

BOLÍVIA – 4 vagas (2 fase de grupos, 1 na segunda fase eliminatória e 1 na primeira fase eliminatória)

Sport Boys – gruposJorge Wilstermann – gruposThe Strongest – 2ª  fase eliminatóriaUniversitario de Sucre – 1ª  fase eliminatória

BRASIL – 7 vagas + campeão da Sul-americana (5 fase de grupos e 2 na segunda fase eliminatória)

Palmeiras – gruposFlamengo – gruposSantos – gruposAtlético-MG – gruposGrêmio – gruposChapecoense – gruposvaga aberta – 2ª  fase eliminatóriavaga aberta – 2ª  fase eliminatória

CHILE – 4 vagas (2 grupos e 2 na segunda fase eliminatória)

Continua após a publicidade

Universidad Católica – gruposvaga aberta – gruposvaga aberta – 2ª  fase eliminatóriavaga aberta – 2ª  fase eliminatória

COLÔMBIA – 4 vagas + campeão da Libertadores (2 grupos e 2 na segunda fase eliminatória)

Independiente Medellín – gruposAtlético Nacional – gruposSanta Fe – indefinidoMillonarios – indefinidovaga aberta – indefinido

EQUADOR – 4 vagas (2 fase de grupos, 1 na segunda fase eliminatória e 1 na primeira fase eliminatória)

Barcelona – gruposEmelec – gruposvaga aberta – 2ª  fase eliminatóriavaga aberta – 1ª  fase eliminatória

PARAGUAI – 4 vagas (2 fase de grupos, 1 na segunda fase eliminatória e 1 na primeira fase eliminatória)

Libertad – gruposOlimpia – indefinidoGuaraní – indefinidovaga aberta – indefinido

PERU – 4 vagas (2 fase de grupos, 1 na segunda fase eliminatória e 1 na primeira fase eliminatória)

Melgar – gruposSporting Cristal – gruposUniversitario – indefinidoDeportivo Municipal – indefinido

URUGUAI – 4 vagas (2 fase de grupos, 1 na segunda fase eliminatória e 1 na primeira fase eliminatória)

Peñarol – gruposNacional – gruposCerro – 2ª  fase eliminatóriavaga aberta – indefinido

VENEZUELA – 4 vagas (2 fase de grupos, 1 na segunda fase eliminatória e 1 na primeira fase eliminatória)

Zamora – gruposZulia – gruposCarabobo – 2ª  fase eliminatóriaDeportivo Táchira – 1ª  fase eliminatória

Continua após a publicidade
Publicidade