Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nos EUA, Pirlo é criticado por se esconder atrás da barreira

Veterano e consagrado meia italiano demonstrou pouca vontade na goleada sofrida pelo New York City diante do Toronto FC pela MLS

Se o ídolo do futebol italiano Andrea Pirlo pensou que estaria livre de pressão e questionamentos quando decidiu trocar a Juventus pelo New York City, da emergente liga americana, se enganou. No último domingo, o meio-campista de 38 anos, campeão mundial em 2006 e seis vezes campeão da liga italiana, foi bastante criticado por sua participação na derrota por 4 a 0 de sua equipe para o Toronto FC, pela Major League Soccer (MLS). Ironicamente, um ex-companheiro de Juventus foi quem lhe causou problemas: o compatriota Sebastian Giovinco.

Pirlo, que é um dos maiores especialistas em tiros livres de sua geração, foi especialmente questionado por seu comportamento ao ter de defender uma cobrança de falta. No belo gol marcado por Giovinco, o veterano praticamente “se escondeu” atrás dos colegas da barreira antes de a bola entrar.

Pirlo ainda voltou a demonstrar pouco entusiasmo na defesa em outro golaço de fora da área de Giovinco, que o driblou com facilidade antes de acertar um chute de canhota, no ângulo. Nas redes sociais, muitos torcedores apostaram na aposentadoria de Pirlo ao final desta temporada. O jogador, que sempre se destacou por sua classe, visão de jogo e lançamentos precisos e não exatamente por ser um “guerreiro” em campo, atua desde 2015 em Nova York.