Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No vestiário da seleção, Safadão entra; Bolsonaro, não

Presidente conversou com mandatário da CBF, mas não teve acesso aos comandados de Tite

O presidente Jair Bolsonaro foi ao Morumbi na estreia da seleção brasileira na Copa América. Foi responsável, inclusive, por quebrar um pouco do chocante silêncio do estádio, ao receber aplausos e gritos de “mito” de um grupo de eleitores. Bolsonaro também foi tietado pelo ex-capitão da seleção Cafu e emendou um animado papo com o presidente da CBF, Rogério Caboclo. No vestiário de Tite, o presidente da República não tem vez – ao menos por enquanto.

Quem teve livre acesso aos bastidores do time no Morumbi foi o cantor Wesley Safadão, escolhido por uma cervejaria para entregar o prêmio de melhor da partida a Philippe Coutinho. Posou para fotos e vídeos com praticamente todos os atletas e membros da comissão técnica. Bolsonaro não foi visto por ali.

O presidente foi a outro jogo do time, no último dia 7, na vitória sobre o Catar em Brasília, e visitou apenas Neymar, que acabara de se lesionar, no hospital. Questionado sobre convite a Bolsonaro para conhecer os atletas no vestiário, Tite desconversou. “Não sabia, dou minha palavra de honra, porque é um assunto diretivo. Há outras coisas prioritárias, quero gastar minhas energias com outras coisas”, disse, na capital federal.

Tite já disse, diversas vezes, que não visitaria Brasília em caso de título mundial – uma tradição de seus antecessores – e que se arrepende de já ter misturado política e futebol quando, por exemplo, posou para fotos com Lula nos tempos de Corinthians. Segundo pessoas ligadas à CBF, Bolsonaro não conta com a simpatia de Tite nem da maioria dos atletas. Por isso, sua relação de amizade se limita à cartolagem.

O presidente Bolsonaro, no Estádio do Morumbi, para a partida entre Brasil e Bolívia (Heitor Feitosa/VEJA)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Geraldo Pereira

    Claro! Esse treinadorzinho arrogante e prepotente da selecinha é PTista de carteirinha.

    Curtir