Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘Ninguém tem sangue de barata’, diz Neymar após agredir torcedor

Edoard, que tomou um soco no rosto, relatou ao jornal francês 'L'Equipe' que pensou em prestar queixa contra o brasileiro

Por Redação - 28 abr 2019, 17h53

Depois de agredir com um soco um torcedor do Rennes após a final da Copa da França, neste sábado, 27, o atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, falou sobre o caso neste domingo, por meio das redes sociais. “Estou errado? Estou. Mas ninguém tem sangue de barata”, disse Neymar, ao comentar uma postagem de Alex Bernardo, seu assessor, no Instagram.

O PSG empatou com o Rennes em 2 a 2, mas foi derrotado nos pênaltis e viu os adversários levantarem a taça da Copa da França. O torcedor Edoard, de 28 anos, provocou os atletas do clube parisiense quando eles caminhavam para buscar as medalhas. Enquanto filmava, ele xingou o goleiro Gianluigi Buffon de “palhaço”, o volante Marco Verratti de “racista” e irritou Neymar ao dizer para ele “aprender a jogar futebol”.

Tabela completa de jogos do Campeonato Francês 2019

O torcedor relatou ao jornal francês L’Equipe, neste domingo, 28, que pensou em prestar queixa contra o atacante brasileiro. Edoard alegou que não insultou Neymar.

“Estou em choque. Os seguranças do PSG vieram até mim rapidamente para me dizer que a situação seria resolvida. Eu estava tremendo, com lábio aberto e nariz sangrando. Eu não o insultei. Disse que tinham sido nulos como um time”, comentou.

Depois do primeiro xingamento do francês, Neymar e Edoard discutiram até o brasileiro perder a paciência e socar o torcedor.

Veja abaixo o momento em que Neymar dá um soco no rosto do torcedor do Rennes:

Continua após a publicidade
Publicidade