Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar responde perguntas em seu canal e ‘promete’ jogar nos EUA

O atacante do Paris Saint Germain brincou com Beckham, Suárez, Gabriel Jesus e outros atletas em novo quadro no Youtube

Neymar lançou nesta quarta-feira, 5, em seu canal no YouTube, o quadro ‘Pergunte a Neymar Jr.’, no qual responde a questionamentos de celebridades e jogadores de futebol. Na primeira edição, David Beckham e Luís Suárez foram alguns dos atletas que fizeram perguntas a respeito do futuro do atacante do Paris Saint Germain e até de seu cabelo.

Tabela completa de jogos do Campeonato Francês

O ex-jogador inglês David Beckham, dono do Inter Miami, pediu ao brasileiro para que ele se transferisse para seu clube assim que saísse da Europa. “Está feito, David. Eu vou para Miami. Sua cidade, seu time”, respondeu aos risos.

O colega de seleção brasileira Gabriel Jesus, atacante do Manchester City, preferiu pediu para Neymar parar de ‘correr’ de seus desafios no game Fifa. “O desafio está aceito. Na próxima convocação ou até mesmo online o encontro está marcado. Te espero no Fifa”, disse Neymar.

O uruguaio Luis Suárez brincou com as costumeiras mudanças no corte de cabelo de Neymar, que disse ser ‘mais louco’ que seu ex-companheiro de Barcelona. “Ei, gordo, eu não sei. Estou sempre mudando as coisas. O cabelo é a primeira coisa que eu gosto de mexer. Eu gosto dessas palhaçadas. Na verdade, eu sei que você gosta, mas sou um pouco mais louco e posso fazer de tudo”, comentou com bom humor.

Perguntado sobre o desejo de jogar no Campeonato Inglês por Benjamin Mendy, lateral do Manchester City, Neymar elogiou a liga. “É uma grande competição, uma das maiores do mundo. Não sabemos o dia de amanhã, mas eu acredito que todo o grande jogador tem que jogar a Premier League”, declarou.

A última pergunta foi feita por Léo, ex-lateral e companheiro de Neymar no Santos, que questionou como o atacante do PSG se sentiu em 2013, ano em que se transferiu para o Barcelona, tendo que se despedir do clube paulista no estádio Mané Garrincha, em Brasília, ao invés da Vila Belmiro, em Santos.

“Infelizmente a partida não foi na Vila. Claro que eu queria que fosse lá, para ter a sensação de mais uma vez estar na Vila, sentir a torcida. Mas também foi maravilhoso, os torcedores que estavam lá (no estádio Mané Garrincha) responderam muito bem. Foi um dia difícil para mim, por estar abandonando a minha família, meu país e ir para um lugar onde eu não conhecia (Barcelona, na Espanha), uma nova cultura, um novo país”, finalizou Neymar.