Clique e assine com até 92% de desconto

Neymar no PSG: ‘Bon Voyage’ é o que deseja a imprensa catalã

Nem os dez títulos e 105 gols foram capazes de aplacar a grita. O brasileiro sai com a imagem arranhada de Barcelona

Por Alexandre Salvador, de Barcelona Atualizado em 3 ago 2017, 11h04 - Publicado em 3 ago 2017, 07h47

A mágoa dos catalães em em relação à saída de Neymar rumo ao PSG pôde ser vista em todas as bancas de Barcelona nesta quinta-feira. O jornal El Periódico foi um dos mais virulentos. Além da manchete – “Bon Voyage” – repleta de ironia, o diário catalão relativiza a importância do brasileiro na história do clube, valorizando os “canteranos” (quem se formou nas categorias de base do Barcelona) autênticos, como o grande Messi e o ainda pequeno Sergi Roberto. E finaliza com uma frase que resume o sentimento de decepção com o seu antigo camisa 11: “Debaixo dos escudos de beijos falsos nem sempre há corações.”

O tradicional diário esportivo da Catalunha Mundo Deportivo afirmou nas páginas internas: “Neymar se apaga da vitrine mundial que é o Barça, apenas nove meses depois de renovar contrato até 2021.” E “comemorou”, aliviado, a manifestação do jogador após semanas de silêncio. “O clube desejava ouvir do próprio Neymar o que ele queria, uma posição oficial, sem mais ambiguidades”, disse o Sport, que estampou a manchete “Até nunca mais”. 

  • Outro jornal de esportes, o As – este sediado em Madri, e não Barcelona –, foi curto e grosso na manchete: “Pague e vá”. O periódico ainda comparou o capítulo final da passagem de Neymar pelo Barça como uma adaptação do roteiro do clássico “O Poderoso Chefão”: “Um relação comercial, na qual se encerra uma sociedade com um aperto de mãos, desejos formais de ‘sorte’ e quase sem se olhar nos olhos.”

    Publicidade