Neymar nega simulação e critica árbitro: ‘Ele quis ser o protagonista’

Atacante brasileiro recebeu cartão amarelo após pedir pênalti, em goleada contra El Salvador, nos EUA

Por Da redação - Atualizado em 12 set 2018, 11h47 - Publicado em 12 set 2018, 10h53

O atacante Neymar foi um dos destaques do Brasil na vitória por 5 a 0 sobre El Salvador, com três assistências e um gol de pênalti na partida disputada em Washington, na noite desta terça-feira. Mas voltou a ter problemas com simulação de faltas, o que lhe rendeu um cartão amarelo.

Após a partida, Neymar fez duras criticas ao árbitro do jogo, o americano Jair Marrufo. “Pela grandeza do Brasil, árbitros como esse não podem apitar nossos jogos, porque é difícil para nós, jogadores. Viemos defender nossa seleção e tem um lance como esse, em que (o juiz) quer aparecer e ser o protagonista”, disse. “Sofri o pênalti e mesmo assim levei o cartão. É falta de respeito não só comigo, mas com todos do grupo”, criticou.

O juiz americano, filho do ex-árbitro mexicano Antonio Marrufo, é da Fifa desde 2007 e participou dos Jogos Olímpicos de 2008 e da Copa América de 2016.

Neymar se jogou dentro da área aos 44 minutos do primeiro tempo, quando o Brasil já vencia por 3 a 0. O brasileiro se chocou com o defensor e o árbitro mandou o lance seguir.

Publicidade

(com Gazeta Press e Estadão Conteúdo)

Publicidade