Clique e assine a partir de 9,90/mês

Neymar diz que Brasil recuperou o respeito após o 7 a 1

Em entrevista ao site da Fifa, atacante diz que as pessoas voltaram a admirar a seleção

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 1 dez 2017, 15h45 - Publicado em 30 nov 2017, 19h51

O atacante Neymar garante que a seleção brasileira recuperou o prestígio e o respeito do mundo após a desastrosa campanha na Copa do Mundo de 2014, quando foi eliminada em casa nas semifinais com uma goleada por 7 a 1 para a Alemanha, naquele que se tornou o maior fiasco do futebol brasileiro em todos os tempos.

Em entrevista ao site da Fifa, publicada nesta quinta-feira (30), o craque do Paris Saint-Germain disse que a percepção dos torcedores mudou no País nos últimos anos e que a equipe comandada por Tite – campeã das eliminatórias sul-americanas com larga vantagem sobre os demais concorrentes – tem jogado um bom futebol

“O respeito pela equipe agora é diferente daquele de três ou quatro anos, após a Copa do Mundo. As pessoas nos veem de forma diferente. O Brasil que todos respeitam e admiram está de volta. Uma equipe que joga um bom futebol. E isso nos faz felizes. O clima de nossos torcedores e do nosso País mudou. Todos estão confiantes e felizes em relação à Copa. Você não pode colocar um preço nisso”, disse Neymar.

O brasileiro minimizou a importância da sorte na composição dos grupos para a Copa do Mundo da Rússia, marcada para esta sexta-feira, a partir das 13 horas (horário de Brasília), no Kremlin, em Moscou. Neymar avalia que o Brasil – que está no Pote 1, junto com os outro sete cabeças de chave – está preparado para enfrentar qualquer oponente que cair em seu grupo.

“Sorte? Muito pouco. Não acho que a sorte possa ajudar uma equipe a ganhar. Acho que os eventuais campeões são aqueles que colocaram o trabalho duro como prioridade há muito tempo e estão prontos para enfrentar qualquer um em seu grupo ou no mata-mata”, ponderou Neymar.

Demonstrando tranquilidade em relação ao sorteio da Copa, Neymar assegurou que está pessoalmente preparado para o desafio e acredita que a competição trará muitas alegrias ao povo brasileiro. “Acho que essa Copa será grande para os brasileiros. Pessoalmente, vou dar tudo o que tenho para ganhar”, finalizou o atacante.

Continua após a publicidade
Publicidade