Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na Alemanha, Walace se recusa a jogar de zagueiro e é afastado

Volante campeão olímpico não aceitou orientações do treinador e, para piorar, postou fotos inadequadas. Ele foi 'rebaixado' à equipe sub-21 do Hamburgo

O volante Walace, ex-jogador do Grêmio e campeão olímpico com a seleção brasileira na Rio-2016, vive momento conturbado na Alemanha. Christian Titz , o novo treinador do Hamburgo, último colocado do Campeonato Alemão, exigiu que o jogador atuasse como zagueiro. O brasileiro recusou e Titz o afastou do time, obrigando-o a treinar com a equipe sub-21.

“O Walace não cumpriu suas obrigações contratuais novamente na semana passada. O jogador deveria atuar da forma orientada, seguindo as novas ideias do técnico e jogar na posição pedida“, explicou o diretor esportivo do clube, Bernhard Peters. Afastado, o jogador sequer compareceu ao estádio na derrota de 2 a 1 para o Hertha Berlim e ainda publicou fotos com amigos, se divertindo durante a derrota, nas redes sociais.

“Não toleramos isso. Enquanto seus colegas estavam lutando contra o rebaixamento, ele não estava no estádio nem apoiou a equipe”, completou Peters. “Testamos ele em várias posições durante a semana. Não funcionou. Por isso ele não foi ao jogo”, explicou o treinador Titz, que via mais chances do brasileiro ser titular caso aceitasse mudar de posição.

Contratado em janeiro de 2017 junto ao Grêmio, por 10 milhões de euros, o volante de 22 anos foi afastado nesta terça-feira, passando a treinar com a equipe sub-21. O Hamburgo não vence há 14 jogos e está em último no Campeonato Alemão, com 18 pontos, a sete do Wolfsburg, primeiro clube fora da zona de rebaixamento. Faltam sete rodadas para o término do torneio.

Veja a tabela completa do Campeonato Alemão