Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Muralha admite estratégia – que deu errado de novo – nos pênaltis

Goleiro pulou em todas as cobranças de pênalti da final da Copa do Brasil para o lado direito

O goleiro Alex Muralha, do Flamengo, não pegou nenhum pênalti na decisão da Copa do Brasil contra o Cruzeiro. O jogador pulou em todas as cobranças para o lado direito. Apenas Diogo Barbosa cobrou nesse canto, mas no ângulo. Uma tática previamente pensada, mas que não deu certo.

“A gente estudou, fez uma estratégia, infelizmente não deu certo”, afirmou o goleiro na saída do gramado ao ser perguntado do motivo de ter escolhido apenas um canto para pular. Ainda cabisbaixo, perguntou ao repórter se Thiago Neves tinha dado dois toques na bola na última cobrança cruzeirense. Ao receber a negativa, deixou o gramado elogiando os rivais. “Mérito para eles então.”

Em agosto, pela Primeira Liga, o goleiro também não pegou nenhuma cobrança na partida contra o Paraná, pelas quartas de final do torneio. A única cobrança desperdiçada pelo time paranaense foi na trave, e o time venceu o Flamengo por 5 a 4. Na ocasião, Muralha pulou quatro vezes para o lado esquerdo e duas para o lado direito.

Em uma triste ironia para os flamenguistas, seu goleiro titular, Diego Alves, um famoso especialista em defender penalidades, não pôde ser inscrito na Copa do Brasil, pois chegou ao clube no segundo semestre, quando as inscrições para o torneio já haviam se encerrado.