Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mulher e filho hostilizados no ‘Grenal’ ganham presentes do Grêmio

Taís Dias e o pequeno Bernardo, de seis anos, visitaram o centro de treinamento e tiraram fotos com os atletas tricolores

O Grêmio abriu as portas de seu centro de treinamento e proporcionou momentos de conforto e alegria ao garoto Bernardo, de seis anos, e sua mãe, Taís Dias. No último sábado, 20, a dupla foi expulsa de forma agressiva do estádio Beira-Rio por torcedores do Internacional, depois do empate em 1 a 1 no “Grenal” válido pelo Brasileirão.

Bernardo recebeu camisas de presente e pôde conversar com seus ídolos, como Everton, Geromel e o técnico Renato Gaúcho. Além da mãe, ele estava acompanhado do pai e de um irmão. “Agora há pouco recebemos visitas muito especiais aqui no CT. O Bernardo e sua família vieram conhecer as instalações do Tricolor e foram recepcionados com muito carinho por nossa equipe dentro do campo”, escreveu o clube.

A confusão aconteceu depois do último clássico gaúcho. Taís e Bernardo foram hostilizados depois que a mãe balançou uma camisa do Grêmio em direção ao setor visitante (ela estava nas cadeiras destinadas aos mandantes no Beira-Rio). Uma outra mulher chegou a empurrá-la e arrancar a camisa tricolor de suas mãos. A criança tentou apartar a confusão e, ao mesmo tempo, segurar sua camisa do Grêmio, que lhe fora tomada a força. Sem sucesso, deixou o Beira-Rio chorando.

Na segunda-feira 22, a Polícia Civil anunciou que identificou os torcedores do Inter responsáveis e os intimou a prestar esclarecimentos. A mulher que empurrou Taís Dias também foi suspensa do quadro de sócios do clube colorado e se defendeu ao dizer que agiu por “impulso”.