Clique e assine a partir de 9,90/mês

Morre Marlene Matheus, a única presidente mulher do Corinthians

A viúva de Vicente Matheus, outro icônico ex-mandatário do alvinegro paulista, faleceu aos 82 anos de idade na tarde desta terça-feira

Por Alexandre Senechal - Atualizado em 2 jul 2019, 20h37 - Publicado em 2 jul 2019, 20h35

A primeira e única mulher presidente da história do Corinthians faleceu nessa terça-feira, 2, aos 82 anos de idade. Marlene Matheus dirigiu o clube entre 1991 e 1993 e foi casada com o folclórico Vicente Matheus, que também dirigiu o clube em mandatos não consecutivos entre os anos 1950 e 1990. A causa da morte ainda não foi confirmada.

O clube paulista fez uma homenagem à Marlene em sua conta no Instagram. “Hoje nos despedimos da única presidente mulher da nossa história até aqui. Obrigado pelo amor incondicional e pela gigantesca contribuição, Dona Marlene Matheus. Descanse em paz”, diz a publicação.

View this post on Instagram

Hoje nos despedimos da única presidente mulher da nossa história até aqui. Obrigado pelo amor incondicional e pela gigantesca contribuição, Dona Marlene Matheus. Descanse em paz. 😢

Continua após a publicidade

A post shared by Corinthians (de 🏡) (@corinthians) on

Marlene dirigiu o clube logo após o último mandato do marido. Ela era ativa da vida política do Corinthians até o final da vida. Em 2018, apoiou o candidato Antonio Roque Citadini na disputa das eleições, sem sucesso. A chapa foi derrotada pelo grupo formado por Andrés Sanchez.

Publicidade