Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Messi, Tite e mais cinco votaram em Neymar como melhor do mundo

Atacante brasileiro teve uma indicação a menos do que Thiago Alcântara; a melhor colocação no prêmio foi em 2017, quando ficou em terceiro

Por Da Redação Atualizado em 17 dez 2020, 18h44 - Publicado em 17 dez 2020, 18h19

O brasileiro Neymar recebeu apenas sete votos como o melhor do mundo no colegiado de 577 pessoas – 193 técnicos, 195 capitães de seleções e 189 jornalistas – no prêmio Fifa The Best, vencido nesta quinta-feira, 17, pelo polonês Robert Lewandowski, artilheiro do Bayern de Munique na última temporada.

Os sete votantes são três técnicos e quatro capitães. Neymar foi o escolhido de dois dos três votos brasileiros: o do zagueiro Thiago Silva, do Chelsea, e de Tite, técnico da seleção, que já havia declarado publicamente a escolha pelo camisa 10. O jornalista Martín Fernandez da Globo, representante da imprensa do país, escolheu Lewandowski como o melhor.

  • Além dos compatriotas, Neymar recebeu o voto do argentino Lionel Messi, do Barcelona e que concorreu como finalista com Lewandowski, e do zagueiro paraguaio Gustavo Gómez, do Palmeiras. Neymar também foi lembrado por nomes curiosos como o capitão da Coreia do Norte, o atacante Jong Il-gwan, além de Charles Akunnor, técnico de Gana, e Márcio Máximo Barcellos, treinador brasileiro que comanda a seleção da Guiana.

    Na lista final, somando as pontuações atribuídas, Neymar terminou na nona colocação geral, com 16 pontos, atrás do meio-campista naturalizado espanhol Thiago Alcântara, atualmente no Liverpool, que ficou com 17.

    Curiosamente, Thiago foi citado por oito vezes no colegiado como melhor jogador do mundo na última temporada, uma a mais do que Neymar. O meio-campista teve atuação decisiva na final da Liga dos Campeões, justamente contra o Paris Saint-Germain, de Neymar, em Lisboa, no último dia 23 de agosto. Ele terminou a partida com o maior número de passes no jogo, 75, de 85 tentativas, com mais de 88% de aproveitamento no fundamento.

    Neymar participa da premiação da Fifa desde 2011, quando ainda jogava pelo Santos. Na ocasião, ele terminou na décima colocação. De 2011 a 2015 a premiação foi entregue em conjunto com o Bola de Ouro. Em 2017, o atacante brasileiro alcançou a sua melhor colocação com um terceiro lugar. Nos dois últimos anos, porém, ele havia ficado ausente do top 10.

    Assine DAZN | 30 dias grátis para curtir os maiores craques do futebol mundial ao vivo e quando quiser!

    Continua após a publicidade
    Publicidade