Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Menotti, de 80 anos, retorna à seleção argentina como diretor

Federação argentina surpreendeu ao anunciar o treinador campeão em 1978 como seu novo diretor de seleções

César Luis Menotti, treinador da seleção argentina no inédito título da Copa do Mundo de 1978, foi surpreendentemente anunciado nesta segunda-feira, 14, como diretor de seleções nacionais da federação de futebol do país (AFA). Ele será o segundo homem na hierarquia da entidade, abaixo apenas do presidente Claudio “Chiqui” Tapia.

Aos 80 anos, ele terá responsabilidade sobre todas as seleções, do sub-15 à adulta, e participará de decisões importantes, a situação do técnico Lionel Scaloni, que demonstrou bons resultados como “interino” e pode permanecer no cargo, e “negociar” o retorno do astro Lionel Messi ao time, o que deve acontecer na Copa América do Brasil.

“O ex-treinador da Argentina César Luis Menotti será diretor de seleções nacionais. Começará na sua função no dia 1º de fevereiro. Bem-vindo à sua casa, César!”, escreveu a Associação do Futebol Argentino no Twitter, em texto ilustrado com uma fotografia de Menotti com o presidente da entidade, Claudio Tapia.

Jogador de futebol durante as décadas de 60 e 70 (atuou no Brasil, por Santos e Juventus), Menotti se consagrou como técnico. Considerado um grande pensador do esporte – durante muito tempo a Argentina se dividiu entre os menottistas e bilardistas (o jogo vistoso e ofensivo de Menotti em oposição ao pragmatismo do técnico Carlos Bilardo), Menotti dirigiu a seleção argentina de 1974 a 1982 e, além do título na Copa de 1978, faturou também o Mundial sub-20 de 1979, com uma equipe liderada por Diego Armando Maradona.

O ex-treinador comandou também equipes como Boca Juniors, River Plate, Independiente, Barcelona, Atlético de Madrid e a seleção do México, além de ter levado o Huracán ao único título argentino do clube fora da era amadora. Atualmente, dirige uma escola virtual de treinadores.

(com agência EFE)