Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Marcelo Oliveira chega a 4ª final de Copa do Brasil e iguala recorde

Treinador iguala recordes de Luiz Felipe Scolari e Levir Culpi

Marcelo Oliveira chegou à quarta final de Copa do Brasil em cinco disputas do torneio. O treinador, apesar de nunca ter conquistado o torneio, mostrou uma regularidade incrível na competição. Com a marca, ele empatou com Levir Culpi e Luiz Felipe Scolari, em sua quarta final.

Uma das finais do treinador, inclusive, foi justamente diante do Palmeiras, na segunda, em 2012. Naquele ano, dirigindo o Coritiba, o treinador foi vice-campeão pela segunda vez seguindo, no Couto Pereira.

A primeira delas foi um ano antes, também no Couto Pereira, o treinador foi vice-campeão em casa, contra o Vasco da Gama, de Fernando Prass, em Curitiba.

Em 2013, dirigindo o Cruzeiro, viveu seu pior momento na Copa do Brasil. Caiu nas oitavas de final diante do Flamengo, que foi campeão.

No ano seguinte, ainda no Cruzeiro, chegou à final contra o Atlético-MG. Também como mandante, no Mineirão, o treinador foi derrotado e saiu pela terceira vez com o vice-campeonato contra Levir Culpi, que chegou à quarta final e conquistou seu segundo título.

Culpi havia sido campeão com o Cruzeiro em 1996 e vice-campeão com o mesmo Cruzeiro em 1998 e com o São Paulo em 2000. Em 1998, Culpi foi vice-campeão perdendo para Luiz Felipe Scolari, outro recordista na Copa do Brasil.

Felipão, assim como Levir Culpi e Marcelo Oliveira, também chegou à final da Copa do Brasil em quatro oportunidades. Só que diferentemente dos dois outros, foi campeão nas quatro oportunidades. A primeira com o Criciúma, em 1991, contra o Grêmio; a segunda com o Grêmio, em 1994, contra o Ceará; a terceira com o Palmeiras, em 1998, contra o Cruzeiro; e a quarta em 2012, com o Palmeiras, contra o Coritiba.