Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘Que Macri vá viver na Tailândia’, diz Maradona ao visitar a Casa Rosada

Crítico da administração anterior de Mauricio Macri, ídolo do futebol local esteve com o novo presidente da Argentina, Alberto Fernández, na sede do governo

Por Da Redação - Atualizado em 26 dez 2019, 17h14 - Publicado em 26 dez 2019, 16h25

Crítico contumaz da administração passada, o ex-jogador argentino Diego Maradona visitou na tarde desta quinta-feira 26 o atual presidente do país vizinho, Alberto Fernández, na sede do governo em Buenos Aires. Atualmente técnico do Gimnasia La Plata, o ex-camisa 10 da seleção argentina, vencedor da Copa do Mundo de 1986, repetiu o gesto feito 33 anos atrás e levantou da sacada da Casa Rosada a (réplica em miniatura) da taça de campeão mundial.

“Que não voltem mais!”, bradava Maradona aos populares que assistiam da Plaza de Mayo sua aparição surpresa no edifício oficial do governo argentino. “Que Macri vá viver na Tailândia”. Apesar da ligação do ex-presidente Macri com o clube de coração de Diego, o Boca Juniors, o ex-jogador nunca visitou o antecessor de Fernández nos quatro anos em que esteve no poder.

Encontro entre Maradona e o Alberto Fernández, na Casa Rosada Reprodução/Instagram

Alberto Fernández recebeu Maradona ao lado do ministro do Turismo e Esporte argentino, Matías Lammens, e do subsecretário geral da Presidência, Miguel Cuberos, este último o responsável por intermediar o encontro. Na chegada, o ídolo do futebol presenteou o mandatário com camisas da seleção e do Argentinos Juniors, time de coração do presidente. Acompanhavam Diego dois advogados, Matías Morla e Vìctor Stinfale.

Publicidade