Clique e assine a partir de 8,90/mês

Manchester United homenageia ídolos mortos há 60 anos

Em 6 de fevereiro de 1958, acidente aéreo conhecido como desastre de Munique matou 23 pessoas, incluindo oito atletas da promissora equipe inglesa

Por Da redação - Atualizado em 6 fev 2018, 14h19 - Publicado em 6 fev 2018, 10h24

O futebol inglês recorda nesta terça-feira o aniversário de 60 anos de uma de suas datas mais tristes. Em 6 de fevereiro de 1958, o avião que carregava a promissora equipe do Manchester United não conseguiu decolar diante de uma tempestade de neve na Alemanha. O acidente, conhecido como desastre aéreo de Munique, matou 23 dos 38 passageiros e marcou para sempre a história do tradicional clube inglês.

Aquela jovem equipe, comandada pelo lendário treinador escocês Matt Busby – o time, campeão inglês com uma média de idade de pouco mais de 20 anos, era chamado de “Busby Babes” – retornava de uma classificação em Belgrado, diante do Estrela Vermelha, pelas quartas de final da Copa dos Campeões da Europa (atual Liga dos Campeões), quando parou na cidade alemã para abastecer. O avião da British Airways, porém, falhou na terceira tentativa de decolagem.

Destroços do acidente de 1958 Hulton-Deutsch Collection/Corbis/Getty Images

Morreram no acidente oito jogadores: Roger Byrne, Mike Jones, Eddie Colman, Tommy Taylor, Lian Whelan, David Pegg, Geoff Bent e o grande craque do time, Duncan Edwards. Aa outras vítimas eram membros do estafe, jornalistas, torcedores e tripulantes. Matt Busby sobreviveu, assim como a maior lenda da história do futebol inglês, sir Bobby Charlton, meia campeão do mundo em 1966 pela seleção nacional.

Juntos, o ídolo Charlton e o técnico Busby conseguiram reerguer rapidamente o United, até então apenas um clube médio da Inglaterra. Conquistariam em 1968, dez anos depois da tragédia, o primeiro título do Manchester United na Copa dos Campeões da Europa.

Nesta terça, o estádio Old Trafford está decorado em homenagem aos ídolos mortos há 60 anos. Diversos atletas com passagem pelo clube, como David Beckham, e até os rivais Liverpool e Manchester City, enviaram mensagens em memória às vítimas nas redes sociais.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

We Never Forget #busbybabes ❤️ @manchesterunited

A post shared by David Beckham (@davidbeckham) on

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

60 years ago today, but never forgotten. #flowersofmanchester

A post shared by Liverpool Football Club (@liverpoolfc) on

View this post on Instagram

🔵 #ACityUnited 🔴

A post shared by Manchester City (@mancity) on

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade