Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Manchester United cancela treinos em Dubai devido às tensões na região

'Se há algo que me preocupa, não é no campo de futebol. São outras coisas que me preocupam', disse o técnico Solskjaer

Por AFP - 14 jan 2020, 23h34

O Manchester United desistiu de ir para o Oriente Médio durante a pausa de inverno do Campeonato Inglês no início de fevereiro, devido às tensões na região, anunciou nesta terça-feira, 14, o técnico da equipe, Ole Gunnar Solskjaer.

Os ‘Red Devils’ se habituaram nas últimas temporadas a treinar no inverno quente no complexo Nad Al Sheba, em Dubai. A permanência neste centro de treinamento foi planejada para o início de fevereiro, durante a primeira pausa de inverno da Premier League, mas “isso certamente não acontecerá”, afirmou Solskjaer em entrevista coletiva.

“Se há algo que me preocupa, não é no campo de futebol. São outras coisas que me preocupam”, disse o norueguês, se referindo ao aumento da tensão após a morte do general iraniano Qassem Soleimani durante um bombardeio aéreo americano em 3 de janeiro.

O técnico disse que daria a seus jogadores “alguns dias livres” após o jogo contra o Wolverhampton em 1º de fevereiro. Após isso o clube do norte da Inglaterra não jogará durante duas semanas.

Publicidade

A seleção masculina dos Estados Unidos também havia cancelado uma sessão de treinos de 5 a 25 de janeiro no Catar no início deste ano “devido à evolução da situação na região”.

Publicidade