Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Manchester City troca Nike por Puma em acordo bilionário

Clube inglês receberá cerca de 650 milhões de libras (R$ 3,2 bilhões), por dez anos, da fornecedora alemã

O Manchester City anunciou nesta quinta-feira, 28, depois de sete anos de parceria com a Nike, um acordo com a Puma, que a partir da próxima temporada será a fornecedora de material esportivo da equipe inglesa. O valor do contrato assinado entre as duas partes gira em torno de 650 milhões de libras (cerca de R$ 3,2 bilhões) por dez anos.

A parceria será válida para todos os times que fazem parte do City Group, conglomerado que é dono de Manchester City (Inglaterra), Melbourne City (Austrália), Girona (Espanha), Club Atlético Torque (Uruguai), New York City FC (EUA) e Sichuan Jiuniu (China).

Este será o segundo maior valor de patrocínio do Campeonato Inglês, ficando atrás apenas do Manchester United, que tem um contrato com a Adidas de 750 milhões de libras (cerca de 3,7 bilhões de reais) por uma década.

“Nossa parceria com o City Football Group é a maior que já fizemos, tanto em tamanho quanto em ambição. Estamos ansiosos para montar a mais inovadora parceria do futebol, redefinindo o modelo de parceria em esportes dentro e fora do campo. Queremos maximizar a performance em campo tanto quanto a cultura do futebol em áreas como música, games e moda, conectando e inspirando os torcedores de cada um desses clubes”, pronunciou-se Bjørn Gulden, CEO da Puma, em comunicado.

O Manchester City embolsará em apenas um ano de contrato com a Puma praticamente a mesma quantia que recebeu ao longo de seis anos da Nike. A nova fornecedora agora buscará acordos com alguns dos principais jogadores do elenco para aumentar sua influência no clube. No momento, Vincent Kompany, David Silva e Sérgio Agüero já são patrocinados pela marca.