Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Mais de 1/3 dos ingressos da Copa América não foi vendido

Expectativa da Conmebol é que procura aumente com o início do torneio. Jogos em Belo Horizonte são os que menos atraíram compradores

Restando dois dias para o início da Copa América, cerca de um terço dos ingressos da competição ainda não foi vendido. De acordo com dados divulgados pelo Comitê Organizador Local do torneio nesta quarta-feira, 12, foram comercializados até agora 65% dos bilhetes. A carga total é de pouco mais de 1 milhão de entradas.

A Copa América terá 26 partidas em seis estádios de cinco cidades (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador). A abertura será sexta-feira, 14, no Morumbi, entre Brasil e Bolívia. A decisão será no dia 7 de julho, no estádio do Maracanã.

A expectativa dos organizadores da Copa América é de que as vendas de ingressos comecem a acelerar com o início do torneio. “Sabemos que, em qualquer produto, alguns são mais valiosos e desejados e no meio pode ter um ou outro que não desperte tanto interesse. Esperamos que, a partir de sexta-feira, com a bola rolando, gere um pouco mais de interesse com o público. Já vimos isso em outros grandes eventos”, disse Agberto Guimarães, diretor de Operações da Copa América.

Os organizadores também anunciaram que foram distribuídos ingressos gratuitos para crianças carentes. A medida pode evitar clarões nas arquibancadas, principalmente nos jogos nos quais a procura por bilhetes tem sido pequena até agora. Os jogos que mais preocupam os organizadores são os do Mineirão, em Belo Horizonte (Uruguai x Equador, Argentina x Paraguai, Bolívia x Venezuela e Equador x Japão).”Fizemos parceria com uma série de instituições governamentais em quase todas as cidades com distribuição de ingressos a crianças sem custos para elas”, afirmou Guimarães.

Sobre as reclamações dos torcedores que levaram até 1h30min para retirar os seus ingressos nos postos físicos, os organizadores alegam que a demora se justifica por causa de medidas de segurança. “É uma burocracia necessária para evitar cambismos. São medidas para que o torcedor se sinta seguro. Recomendamos que o torcedor vá aos centros de retirada o quanto antes. Quanto mais perto do jogo, as filas podem acontecer”, disse Thiago Jannuzzi gerente geral de Competição da Copa América.

Para retirar o ingresso, o torcedor precisa levar o voucher impresso, um documento com foto e o cartão utilizado na compra pelo site. Quem comprou meia-entrada precisa apresentar a carteirinha, e o bilhete é nominal. Depois disso, é tirada uma foto do torcedor segurando o documento e o cartão.