Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lionel Messi completa dez anos de seleção argentina

Jogador tem mais de cem partidas pela seleção

No dia 17 de agosto de 2005, o jovem Lionel Messi estreava pela seleção argentina. Hoje, dez anos após suas estreia, o jogador tornou-se um dos maiores jogadores da história do time, mas ainda não conquistou títulos.

Com 18 anos, o jogador teve uma estreia muito parecida com Diego Maradona, maior jogador da história da seleção. O atleta entrou na segunda etapa da derrota de 2 x 3 para a Croácia e foi expulso um minuto depois, o mesmo que acontecera com Maradona em 1977.

Naquele ano, um mês antes, Messi já havia conquistado o Mundial sub-20 com a Argentina, sendo o Bola e Chuteira de Ouro do torneio, com seis gols marcados.

Um ano depois, estreou em Copas do Mundo, na Alemanha. Seu primeiro jogo foi na goleada de 6 x 0 sobre Sérvia e Montenegro, com um gol marcado pelo jogador. Esse foi seu único gol em 2006. Em 2010, em sua segunda Copa do Mundo, passou em branco. Contudo, em seu terceiro Mundial, no Brasil, ajudou a levar a seleção argentina à final do torneio. Logo na estreia, contra a Bósnia e Herzegovina, em seu 7° jogo em Mundiais, voltou a marcar um gol. Depois disso, marcou contra o Irã e voltou a marcar contra a Nigéria, duas vezes. Na fase final do Mundial, não fez mais gols, mas ajudou a Argentina a chegar à final, contra a Alemanha, na qual foi derrotada por 0 x 1.

Atualmente é o quinto jogador com mais partidas pela seleção argentina na história, com 103 jogos (Atrás de Zanetti, Mascherano, Ayala e Simeone). Sua 100ª partida aconteceu na Copa América 2015, contra a Jamaica. O jogador também é o segundo maior artilheiro do time, com 46 gols, atrás apenas e Gabriel Batistuta, que tem 56 gols pelo time.

Tem três hat-tricks pela seleção (uma contra o Brasil, em 2012, em vitória de 4 x 3) e seu maior freguês é o Paraguai e o Brasil, que já sofreram quatro gols do craque cada.