Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Libertadores: Palmeiras vence e está classificado; Flamengo empata

Triunfo sobre o Independiente del Valle, no Equador, garantiu o Alviverde no mata-mata; Rubro-Negro ficou no 2 a 2 com o Unión La Calera, no Chile

Por Alexandre Senechal Atualizado em 11 Maio 2021, 23h39 - Publicado em 11 Maio 2021, 23h26

Com apenas quatro rodadas da primeira fase disputadas, a Copa Libertadores da América já conheceu o seu primeiro classificado para as oitavas de final. O Palmeiras visitou o Independiente del Valle no estádio Casa Blanca, em Quito, no Equador, e venceu por 1 a 0. Raphael Veiga, de pênalti, marcou o gol da partida realizada na noite desta terça-feira, 11.

A jogada que definiu a vitória palmeirense aconteceu ainda no primeiro tempo. A equipe brasileira, que teve como estratégia se fechar e aproveitar escapadas rápidas nos contra-ataques, começou a jogada com Patrick de Paula. O meio-campista enfiou lindo passe para Luiz Adriano e o camisa 10 foi derrubado pelo goleiro Moisés Ramírez. Raphael Veiga cobrou no meio do gol aos 42 minutos e garantiu os três pontos.

A vitória foi mais um grande feito do time de Abel Ferreira por conta da qualidade e do retrospecto do adversário. O del Valle não perdia em casa em duelos de competições sul-americanas desde 2014 – na contagem estão jogos da Libertadores, Copa Sul-Americana e Recopa.

O Palmeiras pode garantir a primeira colocação do grupo A já nesta quarta-feira, 12 – sem entrar em campo. Depende apenas de um resultado: o Defensa y Justicia não pode vencer o Universitario, no Peru, em partida que acontece às 23h (horário de Brasília).

Com erros de zagueiros, Flamengo fica na igualdade no Chile

.
Gabigol marcou, de pênalti, seu sexto gol na Libertadores 2021 e assumiu a artilharia da competição – 11/5/2021 – Alexandre Vidal/Flamengo/Flickr

O Flamengo martelou, martelou, mas não conseguiu vencer pela quarta vez seguida na Libertadores. Pelo grupo G, o time dirigido por Rogério Ceni foi ao Chile e enfrentou o Unión La Calera no estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar. O time da casa aproveitou dois vacilos da defesa e abriu 2 a 0, mas sofreu o empate.

Numa cochilada inexplicável, Bruno Viana recuou mal e o goleiro Gabriel Batista conseguiu cortar. A bola voltou para o zagueiro que, desligado, perdeu a bola para Vargas, que arrancou livre. O chute parou no goleiro flamenguista, mas Ariel Martínez aproveitou o rebote para abrir o placar logo aos 7 minutos. O Unión La Calera ampliou aos 26. Após cobrança de escanteio, a bola bateu em Willian Arão e morreu no fundo das redes. Foi o sétimo gol sofrido desta forma pela equipe em 20 tomados na temporada.

Apenas quatro minutos depois, Gabigol descontou. Everton Ribeiro sofreu pênalti de Ariel Martínez e o camisa 9 deslocou o goleiro para diminuir o placar. Foi o sexto gol do atacante, que assumiu a artilharia da Libertadores. No segundo tempo, Willian Arão se redimiu – curiosamente em uma jogada de bola parada. Arrascaeta cobrou escanteio pelo lado direito e o agora zagueiro subiu alto e cabeceou para o fundo do gol.

A situação do Rubro-Negro é tranquila no grupo G. Os cariocas lideram a chave com 10 pontos conquistados após quatro partidas. LDU e Vélez Sarsfield, que se enfrentam nesta quinta-feira, 13, têm 4 e 3 pontos, respectivamente, e não podem assumir a liderança nesta rodada.

Continua após a publicidade
Publicidade