Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Libertadores: Grêmio marca no fim e abre vantagem na decisão

Cícero marcou gol chorado para os gaúchos no primeiro jogo da decisão contra o Lanús, da Argentina

Com 51.256 torcedores pagantes na Arena do Grêmio, o Grêmio venceu o Lanús por 1 a 0 na primeira partida da final da Libertadores. O resultado faz com que o clube gaúcho jogue por um empate na Argentina para conquistar o tricampeonato do torneio.

O primeiro tempo foi equilibrado, com os gremistas tendo mais a posse de bola. As melhores chances, no entanto, foram a favor do Lanús. Aos 33 do primeiro tempo, em chute cruzado de Martinez, Marcelo Grohe fez grande defesa. Aos 39, após cobrança de escanteio, Velázquez cabeceou forte no canto esquerdo e o goleiro gremista operou um milagre. 

Aos 40, Kannemann se envolveu em confusão com Braghieri e recebeu cartão amarelo. Como estava pendurado, o zagueiro perderá a decisão na Argentina.

O Grêmio teve uma chance aos 44, após Andrada, goleiro do clube argentino, sair jogando errado e Arthur, com o gol aberto, chutar fraco para fora. Nos minutos finais os gaúchos fizeram uma pressão, mas não marcaram.

Veja também

O Grêmio voltou melhor e mais perigoso no segundo tempo. Aos 13 Cortez chutou de longe, obrigando o goleiro Andrada a fazer grande defesa. O gol da vitória veio aos 37, com participação de dois jogadores que entraram na segunda etapa. Após bola erguida na área, Jael ajeitou de cabeça e Cícero, recém-chegado ao clube, chutou a bola para dentro do gol.

O jogo ainda termino com confusão entre brasileiros e argentinos, além de uma reclamação de pênalti pelo lado gremista, após Jael ser empurrado dentro da área do clube argentino.

A decisão do torneio acontece na próxima quarta-feira, no estádio La Fortaleza, em Lanús, cidade da Grande Buenos Aires. O time brasileiro joga por um empate, enquanto os argentinos precisam vencer por dois gols para conquistar a taça no tempo normal. Vitória por um gol, leva o jogo para a prorrogação.