Clique e assine a partir de 9,90/mês

Libertadores: Grêmio e Botafogo decidem vaga em clima de mistério

Após empate em 0 a 0 no Rio, clubes buscam classificação à semifinal na Arena do Grêmio, em Porto Alegre

Por Da redação - 20 Sep 2017, 08h49

Grêmio e Botafogo decidem nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), em Porto Alegre, uma vaga nas semifinais da Copa Libertadores, depois de um 0 a 0 de muito equilíbrio e marcação no jogo de ida, no Rio, na semana passada. E como era de se esperar, os dois clubes adotaram clima de mistério nos treinamentos preparatórios para a decisão.

No Grêmio, o técnico Renato Gaúcho não quis divulgar qual será a escalação. No último treino antes do duelo, nesta terça-feira, o treinador fechou os portões à imprensa e não deu pistas sobre o time que estará em campo. O principal objetivo era ampliar o mistério em torno de Pedro Geromel e Luan, destaques do time que se recuperam de lesões na coxa direita e são dúvidas.

“A escalação, uma horinha antes a gente passa para vocês. Na minha cabeça não tem nenhuma dúvida, na de vocês (jornalistas) eu sei que deve ter”, provocou Renato. A situação mais avançada é a de Pedro Geromel, que treinou com bola nos últimos dias e deve atuar. Já Luan apenas correu em torno do gramado na última segunda e ficou de fora do recreativo. Se não puder contar com o atacante, Renato Gaúcho sabe a falta que ele fará.

“O Luan é o melhor jogador do Brasil na atualidade. Precisa falar mais alguma coisa? O que mudaria no Barcelona sem o Messi? Cada um na sua proporção, mas a importância dele se traduz nos números. Ele é fundamental, não preciso nem entrar em detalhes. Faz falta, e muita falta, até porque na posição, temos praticamente apenas o Luan.”

Continua após a publicidade

No Botafogo, o técnico Jair Ventura também não revelou a escalação. Ele deve optar pelo retorno de Rodrigo Lindoso e decidir entre Leo Valencia e João Paulo. O atacante Rodrigo Pimpão cobra inteligência e atenção de seus companheiros. Um empate com gols ou a vitória darão ao time alvinegro a vaga na semifinal da competição continental.

“Precisamos dosar, entender a partida. É preciso ter muita atenção e determinação do início ao fim. Sabemos que vai ser difícil, na casa do adversário. Mas temos outros exemplos de jogos assim que saímos vitoriosos. Não temos que mudar nada. É fazer tudo que fizemos até aqui.”

Lance na partida entre Botafogo e Grêmio, pela Libertadores, no Rio Ricardo Moraes/Reuters

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade