Clique e assine a partir de 9,90/mês

Libertadores: com desfalques, Santos busca vaga na semifinal

Após empate em 1 a 1 no Equador, clube brasileiro recebe o Barcelona de Guayaquil, na Vila Belmiro, e promete ofensividade

Por Da redação - 20 Sep 2017, 10h12

O Santos não pretende se apegar à pequena vantagem obtida com o empate em 1 a 1 na primeira partida contra o Barcelona, em Guayaquil, no Equador. Apesar de um empate sem gols ser suficiente e de o time ter os desfalques importantes de Renato e Lucas Lima, o time brasileiro promete ir ao ataque em busca da vitória para definir a classificação à semifinal da Copa Libertadores, nesta quarta-feira, a partir das 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro.

Durante as últimas entrevistas, os atletas do Santos apontaram o Barcelona como um time fisicamente forte, rápido e que comete muitas faltas. Mas aposta na criatividade de seus jogadores, conforme disse o volante Emiliano Vecchio em entrevista coletiva nesta terça-feira. “Nós os respeitamos muito, mas estamos jogando em casa e o Santos tem uma história que vamos fazer respeitar”, ressaltou o argentino.

Emiliano Vecchio deverá ser o substituto de Renato, que está contundido. Outro desfalque importante do Santos para o duelo será o meia Lucas Lima, que sofreu uma lesão muscular na coxa direita durante a partida realizada no Equador. Para o lugar do camisa 10 santista, o treinador Levir Culpi poderá utilizar Léo Cittadini ou Jean Mota.

No ataque, o treinador terá força máxima. O colombiano Jonathan Copete, livre de dores na perna esquerda e que não participou do primeiro jogo, estará de volta à equipe. Ricardo Oliveira e Bruno Henrique complementarão o setor ofensivo.

Continua após a publicidade

Já o Barcelona busca a primeira vitória contra o Santos em sua história. O time equatoriano eliminou o Palmeiras nas oitavas de final do torneio (em decisão por pênaltis, após vencer em casa e perder em São Paulo pelo placar mínimo) e tem fama de atuar melhor como visitante nesta Libertadores. Na fase de grupos, venceu Estudiantes, na Argentina, e Botafogo, no Rio de Janeiro.

(com Estadão Conteúdo)

Publicidade