Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lesões abrem espaço para novos goleiros na seleção brasileira

Alisson, do Liverpool, e Neto, do Barcelona, estão fora de combate; Tite anunciará lista de convocados para amistosos contra Colômbia e Peru nesta sexta

O técnico Tite anunciará nesta sexta-feira, 16, os convocados da seleção brasileira para os amistosos contra Colômbia, em 6 de setembro, em Miami, e Peru, no dia 10, em Los Angeles, ambos nos Estados Unidos. A maior incógnita da lista está no gol: o titular Alisson, do Liverpool, e Neto, do Barcelona, que já recebeu chances do treinador, estão lesionados, e novos candidatos deverão ser lembrados pelo treinador.

Acompanhado do auxiliar Cléber Xavier e do preparador de goleiros Taffarel, Tite foi ao Morumbi no último sábado 10 para assistir ao clássico entre São Paulo e Santos. O que leva a crer que o tricolor Tiago Volpi e o santista Éverson têm chances de aparecer na lista de convocados para os amistosos de setembro.

Outro nome que agrada a Tite também atua no futebol paulista. Weverton, do Palmeiras, já teve oportunidades na seleção brasileira e foi o titular na conquista da medalha de ouro na Olimpíada do Rio em 2016. Nas últimas competições, perdeu espaço para Cássio, do Corinthians, como terceiro goleiro da seleção principal.

Quem também pode ganhar uma oportunidade na lista é Santos, do Athletico-PR. No entanto, como o time paranaense está na semifinal da Copa do Brasil, o goleiro não será convocado. Tite não chamará jogadores que seriam desfalques na competição nacional de mata-mata. Além do Athletico-PR, estão na disputa o Grêmio, o Cruzeiro e o Internacional.

Neste cenário, o mais provável é de que Ederson, do Manchester City, seja o titular nos amistosos, pois tem sido o reserva imediato de Alisson na seleção brasileira. O goleiro do Liverpool sofreu uma lesão na panturrilha ao cobrar um tiro de meta na estreia do Campeonato Inglês no último dia 9 e ficará fora de combate pelas próximas semanas.

Neto, por sua vez, passou por cirurgia na terça-feira por causa de uma fratura na mão esquerda sofrida durante treinamento no último domingo, nos Estados Unidos, onde o Barcelona encerrou a sua pré-temporada. Ele será desfalque de seis a oito semanas.

A convocação desta sexta será a primeira de Tite após o título da Copa América. O treinador pode chamar alguns jogadores mais jovens, com o objetivo de renovar a seleção brasileira para a disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, no Catar. Há dúvida quanto à presença de Neymar, que negocia sua saída do PSG e não atuou sequer na pré-temporada.