Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

“Jogando assim, Sampaoli não pode voltar para a Argentina”, diz Maradona

Lenda argentina criticou falta de repertório ofensivo da equipe comandada por Sampaoli

Por AFP 17 jun 2018, 14h01

O ex-jogador argentino Diego Maradona culpou o técnico Jorge Sampaoli pelo empate em 1 a 1 na estreia da bicampeã com a Islândia, no sábado, mas defendeu Lionel Messi pelo pênalti perdido no segundo tempo.

“Acho que, jogando assim, Sampaoli não pode voltar para a Argentina. É uma vergonha. Não ter uma jogada preparada sabendo que a Islândia media 1,90m, bateu os escanteios para cabecear. Parece que existe uma irritação geral no time. Vendo Messi dentro do campo, a verdade é que estava quente. Quente como eu estaria”, disse Maradona em seu programa “De La Mano Del Diez”, para a rede venezuelana Telesur.

A lenda argentina fez questão de defender Messi, criticado por sua atuação.

“Eu não culpo os jogadores. Eu posso culpar a falta de trabalho. A Argentina não fez sobreposição quando tinha a bola. Por isso acho que não tem trabalho, ficou claro hoje. Mas repito, não coloco a culpa nos jogadores e menos em Messi, que deu a cara e fez tudo que podia”, acrescentou.

“Eu perdi cinco pênaltis seguidos e ainda assim continuei sendo Diego Armando Maradona. O jogo da Argentina e os dois pontos que perdemos, não acho que passe pelo pênalti errado de Messi”, garantiu Maradona.

O ex-craque acompanhou a partida no Spartak Stadium de Moscou. A Argentina enfrenta a Croácia, dia 21, e a Nigéria, dia 26.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade