Clique e assine a partir de 9,90/mês

Jogadores da Inglaterra são cortados por levar mulheres à concentração

Mason Greenwood e Phil Foden foram punidos por furar 'bolha' do coronavírus na Islândia, logo após estrearem pela seleção adulta

Por Da Redação - Atualizado em 7 set 2020, 11h12 - Publicado em 7 set 2020, 11h04

Duas jovens revelações da seleção inglesa, o atacante Mason Greenwood, do Manchester United, e o meio-campista Phil Foden, do Manchester City, não deixaram boa impressão em sua primeira convocação para a equipe adulta. O técnico Gareth Southgate confirmou nesta segunda-feira, 7, o corte dos atletas por terem desrespeitado o protocolo de combate ao coronavírus na Islândia. Um meio de comunicação do país nórdico divulgou imagens de mulheres islandesas junto aos atletas no hotel do time em Reykjavik.

No ultimo sábado 5, Greenwood, de 18 anos, e Foden, de 20, estrearam pela seleção inglesa na vitória por 1 a 0 sobre a Islândia pela Liga das Nações. O técnico Southgate não citou a presença de mulheres, mas disse que os jovens foram “ingênuos”.

ASSINE VEJA

Os riscos do auxílio emergencial Na edição da semana: a importância das reformas para a saúde da economia. E mais: os segredos da advogada que conviveu com Queiroz
Clique e Assine

“Os dois quebraram regras da Covid-19 em termos de segurança da bolha. Tivemos de decidir muito rapidamente, porque eles não podem ter qualquer tipo de interação com o resto do time. Obviamente, eles foram ingênuos. Lidamos com isso da maneira apropriada. Entendo que se tratam de jovens, mas o mundo inteiro está lidando com a pandemia”, afirmou Southgate, que foi jogador da seleção na década de 90.

Imagens divulgadas pelo canal islandês DV mostraram vídeos postados por mulheres na rede social Snapchat que mostram Greenwood, que é solteiro, e Foden, que tem namorada e um filho de dois anos, na concentração.

À emissora BBC, um porta-voz do Manchester City destacou o “comportamento totalmente inapropriado” de Foden, enquanto o United se disse “decepcionado” com Greenwood. Os dois jogadores tiveram de deixar o hotel imediatamente e vão desfalcar a seleção na partida contra a Dinamarca, na terça-feira, 8, em Copenhague.

 

Continua após a publicidade
Publicidade