Clique e assine a partir de 9,90/mês

Jogador da Dinamarca é ameaçado de morte após perder pênalti

Federação Dinamarquesa de Futebol defendeu o atacante Nikolai Jorgensen: "Denunciamos este problema à polícia para colocar um fim nesta loucura"

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 3 Jul 2018, 17h20 - Publicado em 3 Jul 2018, 07h52

O sonho de avançar na Copa do Mundo chegou ao fim para a Dinamarca no último domingo, com a derrota nos pênaltis para a Croácia, após empate por 1 a 1 no tempo normal. Responsável por perder a última cobrança, o atacante Nikolai Jorgensen passou a sofrer com agressões verbais e até ameaças de morte através das redes sociais.

O atacante foi alvo de ofensas homofóbicas, entre outras publicações que o condenaram pelo pênalti perdido. “Vai se f…”, “você destruiu a Dinamarca, seu porco” e “morte ao Jorgensen” foram alguns dos comentários postados nas redes sociais do jogador do Feyenoord.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo de 2018

As ameaças geraram até posicionamento da Federação Dinamarquesa de Futebol, que defendeu o atleta. “Parem. Nossa sociedade nunca deve aceitar ameaças de morte, seja contra estrelas da Copa do Mundo, políticos ou outros. É totalmente inaceitável e obsceno. Denunciamos este problema à polícia para colocar um fim nesta loucura”, comentou.

No domingo, Dinamarca e Croácia ficaram no 1 a 1 ao longo dos noventa minutos, resultado que se manteve na prorrogação. O jogo foi para os pênaltis, e aí brilhou a estrela do goleiro Subasic, que defendeu as cobranças de Eriksen, Schöne e Jorgensen, na tentativa derradeira.

Publicidade