Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Jogador crítico ao governo turco é alvo de tiros na Alemanha

Deniz Naki escapou ileso e acusou a inteligência turca pelo ataque

Deniz Naki, jogador alemão de origem curda, foi vítima de um ataque a tiros em uma estrada na Alemanha, enquanto dirigia para a cidade de Aachen. O meia de 28 anos, com passagens por Bayer Leverkusen e St.Pauli, escapou ileso do ataque. Ele ganhou destaque em abril de 2017, quando foi condenado por um juiz turco a 18 meses de liberdade condicional por supostamente ter feito propaganda terrorista à PKK, o Partido de Trabalhadores do Curdistão.

“Os tiros partiram de um carro que ia em direção à cidade de Colônia. Estamos investigando uma tentativa de homicídio”, disse a porta-voz da promotoria de Aachen. Ao ouvir disparos, o jogador se abaixou, parou o carro e saiu a pé pelo acostamento, antes de telefonar para a polícia.

Para Naki, o ataque partiu do governo turco. “Acredito que foi um agente da MIT (inteligência turca) ou de alguém contrário à minha posição política. Eu sempre soube que isso poderia acontecer, mas nunca teria esperado que fosse na Alemanha”, afirmou o jogador, ainda muito assustado, ao canal alemão WELT.

Deniz Naki joga no futebol turco desde 2013, quando foi contratado pelo Gençlerbirligi. Deixou o clube após alegar sofrer ataques racistas dos torcedores por apoiar o movimento curdo. Desde 2015 joga pelo Amed. Em fevereiro de 2016 recebeu uma suspensão de 12 partidas por ter dedicado uma vitória contra o Bursaspor, pela Copa da Turquia, aos oprimidos curdos, em seu Facebook.