Clique e assine a partir de 9,90/mês

Isaquias Queiroz pode ser primeiro brasileiro com 3 medalhas em uma edição dos Jogos

Com Erlon Silva, canoísta é favorito ao ouro na prova C2 - 1000 metros

Por Redação PLACAR - Atualizado em 2 mar 2017, 16h51 - Publicado em 18 ago 2016, 11h17

Isaquias Queiroz pode entrar para a história do esporte brasileiro nos Jogos do Rio de Janeiro. O canoísta pode se tornar o primeiro brasileiro a conquistar três medalhas em uma única edição dos Jogos.

Isaquias já conquistou a prata no C1 – 1000 metros e o bronze C1 – 200 metros. Em nenhuma das provas, o brasileiro era dado como favorito. Agora, ao lado de Erlon Silva, ele compete no C2 – 1000 metros, com favoritismo pelo ouro.

Antes de Isaquias, apenas quatro brasileiros haviam conquistado duas medalhas em uma única edição dos Jogos. Em 1920, na Antuérpia, o Brasil conquistou suas primeiras medalhas e Guilherme Paraense e Afrânio da Costa foram destaques. O primeiro foi ouro na pistola, enquanto o segundo foi prata na pistola livre. Além disso, ambos ganham o bronze na prova de equipes.

Em 1996, em Atlanta, o nadador Gustavo Borges tornou-se o segundo brasileiro com duas medalhas em uma edição. Foi prata nos 200 metros livre e bronze nos 100 metros livre.

Continua após a publicidade

O feito foi repetido em 2008, em Pequim. César Cielo foi ouro nos 50 metros livre e bronze nos 100 metros livre.

Isaquias, campeão mundial na categoria C2 – 1000 metros, busca sua terceira medalha. Seja de qual cor for, caso conquiste, o baiano de 22 se tornará o maior medalhista brasileiro em uma única edição dos Jogos. Isso em seu primeiro ciclo olímpico.

Publicidade