Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Inter demite Miguel Ángel Ramírez após queda na Copa do Brasil

Técnico espanhol não resistiu depois de eliminação para a Vitória, pela terceira fase da competição; Vagner Mancini, Diego Aguirre e Lisca são cotados

Por Da Redação Atualizado em 11 jun 2021, 15h37 - Publicado em 11 jun 2021, 15h30

O Internacional demitiu nesta sexta-feira, 11, o técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez, pressionado após a eliminação precoce da equipe gaúcha para o Vitória, pela terceira fase da Copa do Brasil. Além de Ramírez, deixam o clube outros três integrantes da comissão técnica: o auxiliar Martín Anselmi, o preparador físico Cristóbal Fuentes e o analista da desempenho Luis Piedrahita.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Osmar Loss, integrante da comissão técnica fixa, comandará a equipe nas próximas partidas. Entre os nomes cotados estão o de Vagner Mancini, demitido recentemente do Corinthians, além de Diego Aguirre, que trabalhou no clube em 2015, e Lisca, do América-MG, também com passagem pela base e equipe principal, em 2016.

  • Ramírez deixa o Inter após 21 partidas a frente do clube, com dez vitórias, quatro empates e sete derrotas, um aproveitamento de 53,9% dos pontos disputados. O treinador foi apresentado em 5 de março, há pouco mais de três meses e tinha contrato até o final de 2022.

    Valorizado no mercado devido ao bom trabalho a frente do Independiente Del Valle, onde conquistou a Copa Sul-Americana de 2019, esteve cotado para assumir diversos clubes do país como Palmeiras, Atlético-MG, Athletico-PR, Corinthians e Flamengo.

    Durante a temporada, o Inter chegou a apresentar sinais de evolução, principalmente ao impor goleadas na fase de grupos da Copa Libertadores. O time está classificado, enfrentará o Olimpia nas oitavas de final, adversário que já encontrou na atual edição.

    Continua após a publicidade
    Publicidade