Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Heróico e quebrando tabu, Portugal conquista a Eurocopa

Título veio mesmo sem seu principal jogador, machucado com 24 minutos de jogo

Um tabu de 41 anos jogava contra Portugal. Seu maior craque, Cristiano Ronaldo, com 24 minutos de jogo deixou o campo. Mesmo assim, Portugal lutou contra todos os prognósticos negativos e venceu a França por 1 x 0 na prorrogação, ficando com seu primeiro título de Eurocopa.

A França foi bem superior a Portugal na primeira etapa, criando as melhores chances e obrigando Rui Patrício a fazer grandes defesas. 

A vida portuguesa ainda foi complicada com a saída de Cristiano Ronaldo por lesão. Logo aos sete minutos, o atacante sofreu uma pancada no joelho de Payet e deixou o gramado, aos prantos, com 24 minutos.

A segunda etapa voltou a ser um jogo de pressão da França contra uma defesa bem postada de Portugal, que tentava criar algo nos contra-ataques. Pelo lado luso, o goleiro Rui Patrício voltou a ser o destaque, fechando o gol.

Aos 34, Portugal teve sua melhor chance. Em cruzamento, Nani acabou colocando a bola de forma perigosa para o gol francês, obrigando Lloris a fazer grande defesa. No rebote, João Mário, de voleio, chutou e parou novamente no goleiro francês.

Aos 38, Sissoko acertou grande chute de longe e obrigou, novamente, Rui Patrício a fazer grande defesa. Aos 46, a França teve a melhor chance de todo o jogo. Gignac driblou Pepe e bateu errado, no pé da trave direita de Rui Patrício, que estava batido. Na sobra, Griezmann não conseguiu completar.

Com o 0 x 0, o jogo foi para a prorrogação. E aos 13 da primeira etapa, Portugal teve grande chance em cabeceio de Éder após escanteio cobrado por Ricardo Quaresma, mas Lloris defendeu quase que à queima-roupa. Já a França mal finalizou na primeira etapa, apesar de ter mais posse de bola e estar mais no seu campo de ataque.

Aos dois da segunda etapa da prorrogação, a bola pegou na mão de Éder e o juiz viu mão do Koscielny de forma equivocada. Em cobrança de falta, perigosíssima para Portugal, Raphäel Guerreiro cobrou no travessão. Aos três, Éder pegou de fora da área e bateu forte, no cantinho direito de Lloris, que não alcançou a bola e viu ela morrer no fundo da rede.

Portugal não vencia a França desde um amistoso em Colombes, em 26 de abril de 1975. Desde então, foram dez jogos, com dez vitórias francesas, incluindo as semifinais da Eurocopa de 1984 e 2000, além da Copa e 2006. Contudo, na primeira final na história entre os países, Portugal venceu seu primeiro jogo oficial contra os franceses e conquistou a taça em Saint-Denis, onde o jogo já acontecera duas vezes, em dois amistosos, com vitórias de 4 x 0 e 2 x 1 para a França.

Na quarta Eurocopa de Cristiano Ronaldo, mesmo sem ele em campo, Portugal conquistou sua primeira taça de grande importância na história, sem contar o futebol da base. Com isso, o time supera a derrota na final de 2004, quando perdeu para a Grécia por 1 x 0, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Veja tudo sobre a Eurocopa de 2016