Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Há sete anos, D’Alessandro era apresentado no Internacional

Meia é o 20º maior artilheiro do Colorado, com 73 gols

Parece que foi ontem. No dia 30 de julho de 2008, o Inter apresentava um ainda tímido D’Alessandro, com a camisa 15. O meia aterrissou no Beira-Rio sob desconfiança, já que vinha de passagem frustrada pelo futebol europeu – não deixou saudades no Wolfsburg, Portsmouth e Zaragoza.

Sua responsabilidade era gigante. O Inter campeão mundial já era página virada, e a torcida buscava uma nova referência. Não bastava a D’Ale só armar as jogadas ofensivas. Era preciso mais.

Em pouco tempo, o meia argentino mostrou a que veio. Ao lado de Alex, formou uma dupla de meias das melhores da história do Colorado. Logo no primeiro ano vestindo vermelho, faturou a Copa Sul-Americana, em final épica contra o Estudiantes.

Nos sete anos seguintes, levantou outras oito taças, com direito a uma Libertadores, em 2010.

Hoje, D’Ale veste a camisa 10 e enverga com propriedade a tarja de capitão. Com 73 gols, é o 20º maior artilheiro da história do Inter, o segundo entre os estrangeiros – o também argentino Villalba anotou 153.

D’Ale já admitiu que não pensa em sair do Inter. Difícil cravar, já que o futebol é cíclico e costuma pregar peças. Mas pergunte a qualquer torcedor colorado se ele enxerga seu time sem o 10 argentino?

A resposta é uma só.