Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grêmio não tem nenhuma proposta por Everton ‘Cebolinha’

Presidente do clube, Romildo Bolzan, negou clima de "despedida da Arena" e disse que não negocia o atacante por menos de 80 milhões de euros

PORTO ALEGRE – Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, estará entre a multidão de torcedores tricolores que vai à Arena torcer pela seleção brasileira e, especialmente, por Everton “Cebolinha” diante do Paraguai, pelas quartas de final da Copa América. O dirigente, no entanto, rejeita falar em tom de despedida e confia na permanência do jogador de 23 anos.

“Não há nada por enquanto, nem proposta e nem sondagem. Não tem nada de despedida da Arena do Grêmio, vamos torcer muito pelo Everton esta noite e trabalhamos com a ideia de mantê-lo”, afirmou Bolzan nesta quinta-feira.

O jogador nunca escondeu o objetivo de atuar na Europa. Ainda em 9 de junho, depois de atuar na goleada sobre Honduras, na casa do rival Inter, Everton deixou isso claro. “Essa é uma competição de muita visibilidade e vai depender do meu rendimento. Se eu fizer bons jogos, com certeza vão aparecer clubes da Europa, é inevitável.”

Segundo diários europeus, clubes como o Paris Saint-Germain e o Manchester City aparecem como principais interessados em tirar o atacante do Grêmio. Segundo Romildo Bolzan, no entanto, tudo não passou de especulação até o momento. Segundo ele, o Grêmio não negocia por menos do que a multa rescisória, que é de 80 milhões de euros (cerca de 350 milhões de reais).