Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grêmio abre disputa da Recopa Sul-Americana na Argentina

Campeão da Libertadores, clube gaúcho encara o Independiente, vencedor da Sul-Americana, em Avellaneda. Jogo de ida começa às 22h desta quarta

O estádio Libertadores da América, em Avellaneda, receberá nessa quarta-feira, a partir das 22h (de Brasília) o primeiro duelo entre o Grêmioatual campeão da competição que dá nome ao campo, e o anfitrião Independiente, atual campeão da Copa Sul-Americana. O jogo de volta acontece no próximo dia 21, em Porto Alegre, quando será definido quem ficará com a taça da Recopa Sul-Americana de 2018.

Apesar do momento mágico vivido pelas duas equipes há poucos meses, tanto Grêmio quanto Independiente estão em fase de restruturação. O time gaúcho retardou o início da temporada de seus principais jogadores devido à disputa do Mundial de Clubes, em dezembro. Muitas promessas das categorias de base têm levado a equipe no Estadual e isso explica a antepenúltima colocação do clube na tabela de classificação, com apenas quatro pontos em seis jogos.

O técnico Renato Gaúcho tem problemas para escalar o Grêmio. Edílson, Fernandinho e Barrios, titulares ano passado, foram negociados. Ramiro está suspenso e Madson e Arthur machucados. Com isso, peças experientes, como Cortez, Léo Moura, Maicon e Cícero devem iniciar a partida na Argentina.

Veja também

Do outro lado a situação é semelhante. O jovem meia Ezequiel Barco, grande destaque do Independiente campeão da Copa Sul-Americana, foi vendido ao Atlanta United, dos Estados Unidos. O lateral esquerdo Nico Tagliafico, capitão e referência daquele elenco, agora defende os holandeses do Ajax. Chegaram Menéndez e Gaibor.

Os problemas extra-campo no clube argentino também aumentam a cada dia e deixam o ambiente conturbado. O presidente do Independiente, Hugo Moyano, está sendo investigado por lavagem de dinheiro e tem mantido forte embate contra o presidente do país, Maurício Macri, que também é ex-dirigente do Boca Juniors. Como representante maior do sindicato dos caminhoneiros, Hugo Moyano está organizando uma greve da categoria dia 22.

Além disso, o técnico Ariel Holan sofreu uma tentativa de extorsão do líder da própria torcida do Independiente no fim do ano passado. Pablo “Bebote” Álvarez foi preso e alega ter agido sob ordem de Moyano. Noray Nakis, que era vice-presidente do clube, também está preso. Ariel Holan chegou a pedir demissão, mas topou continuar no cargo sob proteção policial e da Justiça.

Ou seja, problemas não faltam para Grêmio e Independente nesse momento, mas tudo isso será deixado de lado a partir das 22h dessa quarta-feira, quando a bola começa a rolar em Avellaneda, na grande Buenos Aires.