Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maiores times da Europa boicotarão novo Mundial de Clubes

Fifa foi avisada do descontentamento europeu em carta assinada por dirigentes de Juventus, Real Madrid, Barcelona, Bayern, Manchester United e PSG

Os principais clubes da Europa não participarão do novo Mundial de Clubes anunciado pela Fifa nesta sexta-feira, 15, declarou  um porta-voz da Associação Europeia de Clubes (ECA) nesta sexta-feira, 15. O novo torneio proposto pela Fifa terá 24 clubes e será disputado a cada quatro anos, a partir de 2021.

A ECA afirmou em comunicado que os clubes europeus “não participarão da Copa Mundial de Clubes em 2021 e irão considerar uma participação para 2024”.

A Associação Europeia de Clubes, que representa 232 clubes e é presidida pelo italiano Andrea Agnelli, presidente da Juventus, se “opõe firmemente à aprovação de uma Copa Mundial de Clubes ampliada”, alertou a entidade em carta enviada a Gianni Infantino, presidente da Fifa, horas antes do congresso que confirmou o torneio, em Miami.

Além de Agnelli, a carta é assinada por Pedro López Jiménez, vice-presidente do Real Madrid, e Nasser Al-Khelaifi, presidente do Paris Saint-Germain, assim como pelos mandatários de Barcelona, Bayern de Munique e Manchester United.

A primeira edição desta competição, que substituirá a Copa das Confederações da Fifa, acontecerá em junho-julho de 2021. Tanto a Uefa como a ECA acreditam que o calendário internacional simplesmente não permite que esta competição seja realizada em 2021. As duas entidades também pedem que o calendário seja revisto.

A ECA “avaliará a decisão da Fifa em 26 de março, na próxima reunião do conselho de administração”, informou o porta-voz da entidade.