Clique e assine com 88% de desconto

Gattuso diz que pensou em largar futebol ao ver Pirlo jogar

Volante elogiou o meia, ex-colega de Milan e seleção italiana, que se aposentou no último final de semana após ser eliminado nas semifinais da MLS

Por Gazeta Press - 8 nov 2017, 20h04

Poucos dias após anunciar que irá se aposentar dos gramados ao final do ano, o meio-campista Andrea Pirlo ganhou elogios de um velho companheiro de equipe. Atuando ao lado do atleta por diversos anos no Milan e na seleção italiana, o volante Gennaro Gattuso elogiou muito o ex-companheiro em relação à sua qualidade, em entrevista à Radio 24.

“Na primeira vez que vi Pirlo jogar, me perguntei se eu deveria mudar de profissão. Ninguém o conhece melhor do que eu, nós começamos a jogar juntos nos sub-15 da Itália e em todas as categorias seguintes. Nos momentos complicados dos jogos, eu me limitava a passar a bola para ele, era meu porto seguro dentro de campo. Me preocupava apenas a fazer o que sabia e deixava que ele resolvia o resto “, disse o volante.

A boa relação entre os dois, porém, não era apenas dentro de campo. Gattuso também falou sobre o lado brincalhão de Pirlo e compartilhou uma história curiosa de quando os dois atuavam juntos no Milan. “Fora de campo era uma pessoa verdadeiramente divertida, mas também era um filho da p. [risos]. Um dia nós estávamos almoçando e eu deixei meu celular na mesa. Sem eu ver, ele enviou uma mensagem a Adriano Galliani [à época presidente do clube] e Ariedo Braida [diretor] oferecendo minha irmã a eles.”

Gattuso e Pirlo atuaram juntos pelo Milan em uma fase de ouro da equipe, conquistando diversos títulos, sendo dois Campeonatos Italianos (2003/04 e 2010/11), uma Copa Itália (2002/03), uma Supercopa Italiana (2004), duas Ligas dos Campeões (2002/03 e 2006/07), duas Supercopas da Uefa (2003 e 2007) e um Mundial de Clubes (2007). Na seleção italiana, os dois atletas estiveram presentes na conquista do tetracampeonato mundial, em 2006.

Publicidade